Orquestra Facmol participará dos festejos dos 80 anos de Votuporanga

HW2A0035

Grupo de Pereira Barreto (SP) se apresenta no dia 8 de agosto, na Concha Acústica, como parte da programação do Desfile Cívico

O aniversário de 80 anos de Votuporanga, comemorado no próximo dia 8 de agosto (terça-feira), será repleto de atrações. Para celebrar a data, a Prefeitura está elaborando um calendário de festividades, prevendo inaugurações e atos oficiais, além de eventos esportivos e culturais.

Uma das principais atividades do período festivo será o tradicional Desfile Cívico, que, a pedido do prefeito João Dado, voltará a ser realizado neste ano, na rua Amazonas, na manhã do feriado de aniversário da cidade (8/8), com saída às 9 horas.

Além dos grupos e instituições do município, que já estão em contato com a Prefeitura para a formatação do desfile, como atiradores do Tiro de Guerra, estudantes e representantes das forças policiais, está confirmada a participação da Orquestra de Sopros e Percussão Facmol, de Pereira Barreto (SP) logo após o final do desfile, por volta das 11h,  no palco da Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”, com o espetáculo musical “Soprando Raízes”, sob a regência e direção artística do maestro Wellington Reginaldo Rodrigues dos Santos.

O show é resultado de uma ação desenvolvida pela orquestra, focada no resgate, valorização e preservação da cultura caipira, por meio da execução instrumental de peças do cancioneiro sertanejo.

Como parte da apresentação, integrantes da Facmol também dançam a catira, referenciando uma das mais tradicionais manifestações folclóricas da cultura popular brasileira.

A regência do espetáculo propõe o diálogo entre o peso sonoro dos metais, das madeiras e da percussão e os elementos tradicionais da música caipira. As canções recebem uma roupagem moderna, compondo um repertório executado de forma dinâmica e inovadora.

A vinda da Facmol tem o patrocínio dos Supermercados Proença, com apoio da Prefeitura de Votuporanga.

Sobre a Orquestra de Sopros e Percussão Facmol

Fundada em 2010, na cidade de Pereira Berreto (SP), a Orquestra de Sopros e Percussão Facmol é um grupo instrumental composto por 89 integrantes. O grupo iniciou suas atividades a partir de um desdobramento da ação cultural da Fanfarra Celda Melo de Oliveira (Facmol), orginalmente criada em 1992.

Por conta desse histórico, elementos da sonoridade típica das fanfarras são característicos no trabalho da orquestra, que apresenta uma perspectiva dinâmica e inovadora em seu repertório, propondo um diálogo entre o erudito e o popular.

A orquestra possui um histórico de grande sucesso, com mais de 170 premiações, obtidas em concursos e mostras de todo o país.

O grupo aposta na qualidade musical de seus integrantes e na irreverência natural de seus componentes mais jovens. Com atuações performáticas, os membros da orquestra, além de oferecerem um espetáculo musical de grande valor artístico, envolvem o público com uma dinâmica de palco inovadora e moderna.

Projeto Guri: alunos do Polo Votuporanga participam de evento em Ibirá (SP)

Inscritos no curso de canto coral compareceram à atividade socioeducativa “ECA Rock”, realizada pelo programa Guri Consciente

Alunos do curso de canto coral do Polo Votuporanga do Projeto Guri participaram da atividade socioeducativa “ECA Rock Nacional e Diretos de Crianças, Adolescentes e Juventude”, realizada na última terça-feira (20/6), no Balneário “Evaristo Mendes Seixas”, localizado no município de Ibirá (SP).

O evento, que reúne música brasileira e conceitos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), estimula a reflexão e o empoderamento dos alunos do Projeto Guri e é parte de uma série de ações orientadas pela diretoria de desenvolvimento social da organização social de cultura “Amigos do Guri”.

Ao todo, cerca de 800 crianças e adolescentes compareceram ao evento, que reuniu alunos de 25 polos pertencentes à regional de São José do Rio Preto (SP).

De acordo com o diretor de desenvolvimento social da “Amigos do Guri”, Francisco Rodrigues, “o Estatuto da Criança e do Adolescente é um instrumento jurídico revolucionário no reconhecimento de crianças e adolescentes como sujeito de direitos”. “Ainda que enfrentemos diversos desafios para sua efetiva implementação, nosso Estatuto é reconhecido mundialmente por ser um dos mais completos e avançados instrumentos legais do mundo”, completou.

Realizada por meio do programa “Guri Consciente”, esta edição do “ECA Rock” procura não só promover a conscientização a respeito dos direitos das crianças e dos adolescentes, mas também incentivar o estudo da influência cultural dos movimentos musicais, desde a Jovem Guarda e o Tropicalismo, nas décadas de 1960 e 1970, passando pelo punk rock dos anos pós-Guerra do Vietnã, até as letras críticas que surgiram no cenário do rock brasileiro, em meio à crise mundial do petróleo, que conduziu à recessão econômica no país.

Sobre o Projeto Guri

Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro. Em Votuporanga, o projeto oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de canto coral, contrabaixo acústico, viola, violino e violoncelo, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos.

O Polo Votuporanga do Projeto Guri está sediado no Centro de Educação e Cidadania (CEC) “Leila Valquíria de Souza”, localizado à rua Aparecido Felício de Castro, nº 227, no Conjunto Habitacional Sonho Meu. As aulas do projeto acontecem às quartas e sextas-feiras, das 13h30 às 17h30. Para mais informações, o telefone é o (17) 3422-4288.

Escola Municipal de Artes realiza audição musical gratuita nesta quinta-feira (22/6)

22614789834_cc4d2c14a8_o

Alunos dos cursos de música se apresentam às 20h30, na Concha Acústica, encerrando o 1º semestre letivo de 2017

Nesta quinta-feira (22/6), a Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” apresentará ao público uma amostra das atividades desenvolvidas em seus cursos regulares de música.

Ao todo, quase uma centena de alunos participará da audição, que marca o encerramento do primeiro semestre letivo de 2017 dos projetos coordenados pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo.

A apresentação é gratuita e acontece a partir das 20h30, no palco da Concha Acústica “Professor Geraldo Alves Machado”.

O evento é uma boa oportunidade para quem gosta de música conhecer de perto o desempenho dos artistas votuporanguenses, atualmente em fase de formação, em segmentos diversos, como: violão popular, flauta doce, percussão e bateria, e, ainda, instrumentos de orquestra, como violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico.

No repertório, músicas populares bastante conhecidas e temas de filmes com arranjos específicos para pequenas orquestras.


SERVIÇO:

Audição Musical da Escola Municipal de Artes – Encerramento do 1º semestre letivo de 2017

Data: Quinta-feira (22/6)

Local: Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”

Horário: 20h30

Realização: Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Classificação Livre

Votuporanga sedia cerimônia de entrega do Prêmio Mundial de Poesia Nosside

Premio-Mundial-de-Poesía-Nósside-2015-XXXI-Edición-Tercer-Evento-Especial-en-República-Dominicana-00

Evento acontece na quarta-feira (24/5), no Centro de Cultura e Turismo, e contará com a presença de poetas premiados da região

Na próxima quarta-feira (24/5), às 19h, o Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” sediará a cerimônia de entrega do Prêmio Mundial de Poesia Nosside a dois autores residentes em Votuporanga. Em 2016, José Luis Piacenti e Maria Helena de Oliveira e Souza tiveram seus poemas selecionados pelo júri da 32ª edição do prêmio, organizado pelo Centro de Estudos Bosio, localizado em Reggio Calabria, na Itália.

O poema de Mariana Helena, “Revelação”, foi um dos 15 textos classificados na categoria “Mencionados Distintos”, o que garante à autora a Medalha Nosside, o atestado de participação no concurso e a publicação de seu poema na “Antologia Nosside 2016”, nas versões impressa e e-book. Já o poema de José Luis, “Da letargia à mão”, foi um dos 35 textos selecionados na categoria “Mencionados”, garantindo-lhe o atestado de participação e a publicação de seu poema na versão e-book da antologia.

Além da entrega dos prêmios de Maria Helena e José Luis, a cerimônia contará com a presença de outros poetas da região, também laureados na última edição do concurso, que farão a leitura de seus textos. Entre os nomes com presença confirmada estão: Armida Crocillo Madi, Eliana Magrini Fochi, Merli Maria Garcia Diniz e Walter Merlotto.

A secretária e representante do Nosside no Brasil, Rosalie Gallo y Sanches, de São José do Rio Preto (SP), também comparecerá ao evento e fará a apresentação da nova edição 2017-2018 do prêmio.

A cerimônia é aberta a todos os públicos e será realizada na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo.

Sobre o Prêmio Mundial de Poesia Nosside

O Prêmio Mundial de Poesia Nosside é organizado pelo Centro de Estudos Bosio, localizado em Reggio Calabria, na Itália. É o único concurso global, plurilinguístico e multimídia para poesias inéditas e jamais premiadas em outros concursos.

O prêmio é aberto a todas as línguas do mundo e a todas as formas de expressão do imaginário poético, incluindo poesia escrita, em vídeo (videoclipe) e musicada (canção autoral). O concurso recebe textos de cidadãos de todos os países do mundo e de todas as idades.

Para mais informações sobre o prêmio, acesse o www.nosside.org.


SERVIÇO:

Cerimônia de entrega do Prêmio Mundial de Poesia Nosside

Data: Quarta-feira (24/5)

Local: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” – sala Cinema Cultural (Av. Francisco Ramalho de Mendonça, 3112 – Jardim Alvorada|Parque da Cultura)

Horário: 19h

Realização: Secretaria Nosside no Brasil, com apoio da Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga

Evento Gratuito | Classificação: Livre

Câmara Setorial de Teatro realiza assembleia geral neste domingo (21/5)

34288025902_efc7d6a3a9_k

Reunião terá início às 16h, na sala de oficinas do Centro de Cultura e Turismo, e discutirá diversos temas, entre eles, atualização cadastral dos artistas cênicos

A Câmara Setorial de Teatro, que integra o Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), convoca a comunidade artística e cultural votuporanguense, atuante no segmento das artes cênicas, bem como os cidadãos interessados, para participarem de uma assembleia geral a ser realizada neste domingo (21/5), a partir das 16h, na sala de oficinas do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura.

Entre as pautas a serem discutidas durante a assembleia, estão: a atualização cadastral dos artistas do segmento, criação de comissão para o desenvolvimento do Plano Municipal de Cultura, reivindicações e propostas buscando a viabilidade do exercício da atividade teatral no município e a definição de um calendário para reuniões ordinárias.

2ª edição dos “Eventos Itinerantes” movimentam o distrito de Simonsen

34538790195_46389fdcb7_o

Atividades culturais gratuitas reuniram mais de 300 pessoas na praça Papa João Paulo II

A tarde do último domingo (7/5) foi movimentada no distrito de Simonsen. A 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, promovida pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, reuniu um público de mais de 300 pessoas na praça Papa João Paulo II.

No local, foram oferecidas mais de dez atrações culturais e artísticas gratuitas, que contemplaram modalidades como música, dança, teatro, roda de conversa e contação de histórias.

A programação contou com a participação de artistas, coletivos, grupos e projetos locais, como Banda Musical “Zequinha de Abreu”, Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes, Coral de Violas “A Voz do Sertão”, FLIV Itinerante, Grupo Bem Viver II, M17 Companhia de Danças Urbanas, Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), Projeto Axé Criança, Projeto Novo Mais Educação e Rede Panapanã.

A primeira edição dos “Eventos Itinerantes” foi realizada no último mês de abril, no bairro São João. O intuito da Secretaria da Cultura e Turismo é realizar eventos como este ao longo de todo o ano de 2017, em diferentes regiões do município, com periodicidade mensal.

Simonsen recebe 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, neste domingo (7/5)

33434620170_6349c7cb27_h

Atividades culturais gratuitas ocupam a praça Papa João Paulo II, das 13h às 18h

A tarde deste domingo (7/5) será repleta de arte e cultura no distrito de Simonsen. Das 13h às 18h, a praça Papa João Paulo II sediará a 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, realizada pela Secretaria da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga.

O evento, que teve sua 1ª edição realizada no bairro São João, no último mês de abril, segue para Simonsen, com mais de dez atrações, que englobam modalidades como música, dança, teatro, roda de conversa e contação de histórias.

Entre as atrações, estarão coletivos, grupos, artistas e projetos locais, como Banda Musical “Zequinha de Abreu”, Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes, Coral de Violas “A Voz do Sertão”, FLIV Itinerante, Grupo Bem Viver II, M17 Companhia de Danças Urbanas, Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), Projeto Axé Criança, Projeto Novo Mais Educação e Rede Panapanã.

Todas as atividades desenvolvidas durante os “Eventos Itinerantes” são gratuitas e abertas a toda a comunidade. A iniciativa da Secretaria da Cultura e Turismo é a de realizar eventos como este ao longo do ano por toda a cidade, com periodicidade mensal.

Confira abaixo a programação completa da 2ª edição dos Eventos Itinerantes:

  • 13h às 18h: FLIV Itinerante
  • 13h30 às 14h: Projeto Axé Criança – SECULT
  • 14h às 14h30: Núcleo de Iniciação de Artes Cênicas (NIAC)
  • 14h às 15h: Bate-papo “Conversa de Mulher” – Rede Panapanã
  • 14h30 às 14h40: Dança – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 14h40 às 15h: Música – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 15h às 15h05: M17 Companhia de Danças Urbanas
  • 15h05 às 15h30: Capoeira – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 15h30 às 15h40: Percussão – Projeto Novo Mais Educação – CEM “Orozimbo Furtado Filho”
  • 15h40 às 16h10: Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes
  • 16h10 às 16h40: Coral de Violas “A Voz do Sertão” – Centro de Folclore e Cultura
  • 16h40 às 18h: Banda Musical Zequinha de Abreu

 


SERVIÇO:

“Eventos Itinerantes” – 2ª edição

Data: domingo (2/4)

Local: Praça Papa João Paulo II, s/nº (Distrito de Simonsen)

Horário: das 13h às 18h

Realização: Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Classificação Livre

Parque da Cultura terá roda de capoeira neste sábado (29/4)

31390764711_71f71a5793_b

Capoeiristas da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, sob o comando do Mestre Lousado, e com apoio do grupo Malungadas, prometem agitar o sábado dos votuporanguenses.

O Mestre Lousado reúne músicos e capoeiristas para uma grande roda de capoeira neste sábado (29/4), no Parque da Cultura, junto à avendia Francisco Ramalho de Mendonça. A movimentação começa às 17h e é totalmente franqueada ao público, contando com a participação dos praticantes da capoeira, inclusive os alunos das escolinhas mantidas pela Secretaria de Esportes e Lazer do município.

De acordo com o secretário José Ricardo da Cunha, “o encontro vai mostrar os fundamentos da capoeira e  toda a musicalidade do samba de roda, que trabalham a dinâmica dos movimentos corporais, por meio da gestualidade trazida pela cultura afro; entretanto, o objetivo da administração pública é conscientizar a comunidade, a respeito da importância da cultura africana para a formação da identidade brasileira”.

O mestre Lousado destaca o apoio e a participação do grupo Malungada, e convida toda a comunidade para assistir e prestigiar os capoeiristas. “A capoeira é uma arte que engloba cultura, dança e luta, agregando valores ao indivíduo, como disciplina, equilíbrio emocional, flexibilidade e coordenação motora. É muito saudável para praticar e muito interessante para assistir”, convida.

Visita escolar guiada resgata o passado da Estrada Boiadeira do Taboado

DSCN5264

Alunos do Colégio Unifev foram orientados pelo turismólogo responsável pelo setor de Museus e Patrimônios Históricos de Votuporanga, Evandro Ferreira

Um grupo de alunos do 1º ano do ensino médio do Colégio Unifev teve a oportunidade de participar de uma visita guiada a um trecho da Estrada Boiadeira do Taboado nesta semana. A antiga rota de tropeiros, aberta no final do século XIX, interliga mais de 25 municípios do noroeste paulista como Votuporanga, Meridiano e Valentim Gentil.

A visita dos estudantes foi organizada pelo professor de história do colégio, Paulo Eduardo Stipp, e orientada pelo turismólogo responsável pelo setor de Museus e Patrimônios Históricos da Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga, Evandro Junior Ferreira da Silva, que, desde 2003, se dedica à pesquisa de temas relacionados à história da estrada.

De acordo com Evandro, há um projeto de tombamento em tramitação na Secretaria de Estado da Cultura que, caso aprovado, reconhecerá a Estrada Boiadeira como Patrimônio Cultural Paulista, facilitando a aquisição de recursos e investimentos para o desenvolvimento do turismo em Votuporanga e seus arredores. “A ideia é planejar mais roteiros monitorados ao longo do ano, para apresentar ao público as potencialidades culturais da nossa região”, ressaltou.

Para a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, que também esteve presente durante a visita, atividades como esta “contribuem não só para o resgate das memórias do povo votuporanguense, como também auxiliam na transmissão dessas narrativas históricas para as novas gerações”.

História

Fundada no ano de 1895, a Estrada Boiadeira completou 122 anos no último dia 2 de abril. A via serviu como uma importante rota comercial para o Estado de São Paulo até meados do século XX, quando passou a ser gradualmente substituída pelas estradas de ferro.

Antes disso, o caminho era um dos principais acessos utilizados pelas comitivas que transportavam boiadas vindas do Mato Grosso até os frigoríficos paulistas, em especial os do município de Barretos.

Além do gado, eram trazidos pelos boiadeiros artigos como mantimentos e remédios, que abasteciam e movimentavam a economia dos vilarejos ao redor da estrada, de maneira que muitos deles acabaram transformados em cidades.

Ainda hoje é possível se deparar com diversos vestígios que ajudam a contar a história da Boiadeira, como túmulos, casarões, vendas, capelas e até mesmo antigos trechos da estrada, que acabaram cobertos pela vegetação.

Sinfônica da Escola Municipal de Artes lota Centro de Convenções

33006291663_9c60128de9_h

Concerto com repertório de valsas atraiu mais de 370 pessoas no último domingo (2/4)

Na noite do último domingo (2/4), a Orquestra Sinfônica da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” lotou o Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” com a realização de um concerto gratuito, apresentando um repertório especial de valsas.

Sob a coordenação e regência do maestro Mazinho Sartori, a orquestra, que é composta por alunos e professores do “Projeto Sinfônico”, emocionou um público de mais de 370 pessoas, que teve a oportunidade de entrar em contato com releituras de obras mundialmente conhecidas, como as valsas vienenses de Johann Strauss Jr. e valsas com características tipicamente brasileiras, como a valsa canção, a valsa choro e a valsa seresta.

A abertura do concerto foi feita por uma orquestra de estudantes do módulo intermediário do “Projeto Sinfônico”, que executou cinco pequenas peças, como forma de adquirir experiência de palco e de contato com o público.

Durante o evento, os bailarinos Mariana Mattos e Rodrigo Garcia tiveram uma participação especial, apresentando números de dança, e, ao final do concerto, convidando a plateia para se unir a eles num grande baile, ao som dos “Contos dos Bosques de Viena”, de Johann Strauss Jr.

Também participaram da apresentação convidados como o músico Eugênio da Silva “Tesourinha” e o seresteiro Luiz Antônio Pagliarani.

Sobre o “Projeto Sinfônico”

A formação da orquestra da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” é fruto de um projeto desenvolvido pela municipalidade, intitulado “Projeto Sinfônico”, que visa o aprofundamento dos conhecimentos musicais dos alunos e o aprimoramento de técnicas de execução dos instrumentos.

Para tanto, são oferecidas aulas semanais de teoria da música, prática de conjunto, exercícios vocais, percepção auditiva, além de lições específicas para o aprendizado de cada instrumento musical.

Atualmente, frequentam os cursos regulares de música oferecidos pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, cerca de 250 alunos. Desse total, aproximadamente 85 estudantes participam do “Projeto Sinfônico”, distribuídos em cinco modalidades: violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico e percussão.