Coral “Canto Livre” apresenta espetáculo “Grande Circo Humano” nesta sexta-feira (30/6)

Grande Circo Humano CARTAZ

Apresentação gratuita acontece às 20h30, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”

Nesta sexta-feira (30/6), a partir das 20h30, o Projeto Coral “Canto Livre” apresenta o espetáculo “Grande Circo Humano”, no palco do Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”.  A apresentação é resultado dos encontros semanais do coral, realizados na Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’”, numa iniciativa da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo.

Com um repertório composto essencialmente por canções da Música Popular Brasileira, “Grande Circo Humano” apresenta ao público diversos temas ligados ao “picadeiro da vida humana”. No palco, 50 coralistas de diversas idades interpretam canções de grandes nomes da MPB, como Milton Nascimento, Rita Lee e João Donato.

O evento é gratuito e contará com a presença dos músicos Éder Saladini (bateria) e Rita Rebouças (violão e voz), convidados para construírem a base instrumental do repertório, em conjunto com o piano e a regência de Marcio Zarsi.

De acordo com Zarsi, a ideia original da apresentação nasceu a partir da canção “Gran Circo”, composta por Milton Nascimento e Márcio Borges: “Na letra, encontramos uma trupe chegando com sua ‘lona suja: o grande circo humano’. E segue dizendo que ‘no meio desse picadeiro vão acontecer morte, glória e surpresas no final da história’. Esse foi o ‘gancho’ para chegarmos ao espetáculo. A plateia irá se deparar com as acrobacias na história de nosso povo, com as comédias e os dramas rotineiros, com a corda bamba nos relacionamentos, entre tantos outros momentos”, afirmou o regente.

Sobre o Projeto Coral “Canto Livre”

O Projeto Coral “Canto Livre” é uma ação de iniciação musical, desenvolvida pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, em parceria com a Zarsi Produções Artísticas, visando ao desenvolvimento de técnicas vocais com aulas práticas, teóricas e de história da música para os públicos jovem e adulto.

Entre os objetivos do projeto estão: incentivar a prática do canto coral e o desenvolvimento das potencialidades musicais dos participantes; trabalhar técnicas como respiração, fonação, projeção vocal e corporal, visando a melhoria da expressão interpretativa; e iniciar os participantes na teoria musical e na história da Música Popular Brasileira, por meio do conhecimento da biografia de importantes nomes do cancioneiro nacional.

Escola Municipal de Artes realiza audição musical gratuita nesta quinta-feira (22/6)

22614789834_cc4d2c14a8_o

Alunos dos cursos de música se apresentam às 20h30, na Concha Acústica, encerrando o 1º semestre letivo de 2017

Nesta quinta-feira (22/6), a Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” apresentará ao público uma amostra das atividades desenvolvidas em seus cursos regulares de música.

Ao todo, quase uma centena de alunos participará da audição, que marca o encerramento do primeiro semestre letivo de 2017 dos projetos coordenados pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo.

A apresentação é gratuita e acontece a partir das 20h30, no palco da Concha Acústica “Professor Geraldo Alves Machado”.

O evento é uma boa oportunidade para quem gosta de música conhecer de perto o desempenho dos artistas votuporanguenses, atualmente em fase de formação, em segmentos diversos, como: violão popular, flauta doce, percussão e bateria, e, ainda, instrumentos de orquestra, como violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico.

No repertório, músicas populares bastante conhecidas e temas de filmes com arranjos específicos para pequenas orquestras.


SERVIÇO:

Audição Musical da Escola Municipal de Artes – Encerramento do 1º semestre letivo de 2017

Data: Quinta-feira (22/6)

Local: Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”

Horário: 20h30

Realização: Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Classificação Livre

Viagem Literária: encontro com o escritor Ricardo Ramos Filho movimenta Biblioteca Municipal

Bate-papo com o autor infanto-juvenil reuniu público de estudantes e educadores no Centro de Cultura e Turismo

A Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA), sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, recebeu na última segunda-feira (19/6), o módulo infanto-juvenil do programa “Viagem Literária”, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, e com execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

O evento teve como atração um bate-papo com o escritor Ricardo Ramos Filho. A atividade foi voltada para crianças e adolescentes entre 11 e 14 anos e promoveu um diálogo a respeito de temas relacionados à literatura e à escrita.

O autor compartilhou com a plateia algumas de suas experiências pessoais e profissionais envolvendo a leitura e relembrou o conteúdo e o processo de criação de algumas de suas obras, publicadas por editoras de renome, como Globo, Melhoramentos, Paulus e Positivo.

Educadores e alunos das redes pública e particular de ensino do município participaram do encontro, que reuniu um público de mais de 100 pessoas no espaço da brinquedoteca da Biblioteca Municipal.

Sobre Ricardo Ramos Filho

Ricardo Ramos Filho é escritor e roteirista e tem livros editados no Brasil e no exterior. Entre suas obras, se destacam títulos voltados para crianças e jovens, como: “Vovô é um cometa”; “O gato que cantava de galo”; “João Bolão”; “Sobre o telhado das árvores”; “O livro dentro da concha” e “Se eu não me chamasse Raimundo”.

Graduado em Matemática pela Pontifícia Católica de São Paulo (PUC-SP), Ramos Filho é mestre e doutorando em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), pesquisador na área de literatura infantil e juvenil, e cronista do “Escritablog” e da revista “InComunidade”.

É vice-presidente da União Brasileira Escritores (UBE) em São Paulo, ministra cursos e oficinas, e atua como coach literário e produtor cultural em sua própria empresa, a Ricardo Ramos Filho Eventos Literários.

Atualmente, é jurado de importantes prêmios e editais literários, como Prêmio São Paulo de Literatura, Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa, Prêmio Mato Grosso de Literatura e ProAC. Em 2015, foi curador do 1º Prêmio Nelly Novaes Coelho de Literatura Infantil, da UBE.

Sobre a Viagem Literária

O programa “Viagem Literária” foi lançado em 2008 e, desde o início, mesmo tendo assumido diferentes formatos, manteve seu objetivo de promover encontros de escritores, contadores de histórias e outros importantes artistas brasileiros com frequentadores das bibliotecas públicas de municípios paulistas.

Atualmente, o “Viagem Literária” é um dos mais consolidados programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, sendo sempre muito bem recebido em todas as cidades.

Para comemorar seus 10 anos de existência, o “Viagem Literária” teve sua abrangência ampliada e se estenderá pelos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2017, alcançando um total de 90 municípios.

Entre os anos de 2012 e 2016, o programa realizou 1140 eventos, com 167 escritores e contadores convidados, atendendo a um o público de mais de 129 mil pessoas.

Escola Municipal de Artes realiza audição e oficinas musicais gratuitas na próxima semana

Alunos dos cursos de música se apresentam na Concha Acústica, na quinta-feira (22/6); oficinas de bateria e percussão popular acontecem no sábado (24/6)

A agenda da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” está repleta de atividades para a próxima semana. Na quinta-feira (22/6), a instituição apresentará ao público uma amostra das atividades desenvolvidas em seus cursos regulares de música, numa audição gratuita, que será realizada a partir das 20h30, no palco da Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”.

Ao todo, quase uma centena de alunos participará da apresentação, que marca o encerramento do primeiro semestre letivo de 2017 dos projetos coordenados pela Secretaria Municipal da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga.

O evento é uma boa oportunidade para quem gosta de música conhecer de perto o desempenho dos artistas votuporanguenses, atualmente em fase de formação, em segmentos diversos, como: violão popular, flauta doce, percussão e bateria, e, ainda, instrumentos de orquestra, como violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico.

No repertório, músicas populares bastante conhecidas e temas de filmes com arranjos específicos para pequenas orquestras.

Oficinas

Já na tarde de sábado (24/6), a escola promove, em sua sede, uma série de oficinas gratuitas, voltadas para crianças, adolescentes e adultos interessados em aprender um pouco mais a respeito da execução de bateria e percussão popular. As atividades têm como público-alvo pessoas que já tiveram algum contato anterior com os instrumentos e desejam aprimorar seus conhecimentos de maneira prática.

As inscrições devem ser feitas no local, com alguns minutos de antecedência ao início das atividades. A programação terá início às 13h, com uma oficina de percussão popular de nível iniciante, para crianças com idade entre 6 e 10 anos. A atividade inclui práticas de construção de ritmo básico, contagem de tempos e introdução à percepção rítmica.

Já às 14h, é a vez da oficina de percussão popular de nível intermediário, que atenderá a participantes a partir dos 11 anos de idade. Será desenvolvida uma execução coletiva, utilizando diversos instrumentos percussivos, juntamente com áudios de canções da Música Popular Brasileira, a fim de que os inscritos possam observar e conhecer melhor as etapas formais de uma composição, como ritmo, dinâmica e andamento.

Por fim, a partir das 15h30, será ministrada uma oficina de bateria de nível avançado, direcionada para adolescentes e adultos, a partir dos 12 anos de idade e que já tenham conhecimento prévio em leitura rítmica e algum contato anterior com instrumentos percussivos. Nessa atividade, serão desenvolvidas práticas de pesquisa a respeito do papel da bateria no gênero musical pop rock, com exposição de exemplos de composições e do legado de bateristas inovadores, análise de partituras e dicas de como criar duetos para bateria.

Para mais informações a respeito das oficinas, o telefone da Escola Municipal de Artes é o (17) 3422-4288.


SERVIÇO:

Audição Musical da Escola Municipal de Artes – Encerramento do 1º semestre letivo de 2017

Data: Quinta-feira (22/6)

Local: Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”

Horário: 20h30

Realização: Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Classificação Livre


Oficinas de Bateria e Percussão Popular

Data: Sábado (24/6)

Local: Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” (R. São Paulo, 3546 – Patrimônio Novo)

  • Percussão Popular – Nível Iniciante

Horário: das 13h às 14h

Faixa etária: de 6 a 10 anos

  • Percussão Popular – Nível Intermediário

Horário: das 14h às 15h30

Faixa etária: a partir de 11 anos

  • Bateria – Nível Avançado

Horário: das 15h30 às 17h

Faixa etária: a partir de 12 anos3

 

Realização: Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Inscrições no local

Crítico de cinema e colaborador da Folha dará oficina gratuita em Votuporanga

730_g

Atividade com Cássio Starling, da Folha de S. Paulo, será na próxima terça-feira, às 9h, no Centro de Cultura e Turismo

Na próxima terça-feira (6/6), das 9h às 13h, o Centro de Cultural e Turismo “Marão Abdo Alfagali” sediará a oficina “Além da Imaginação: a Magia dos Efeitos Especiais”, realizada por meio do programa “Pontos MIS”, numa parceria entre o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) e a Secretaria da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga.

A atividade é gratuita e será ministrada pelo crítico, curador, pesquisador e professor de história do audiovisual, Cássio Starling Carlos. Colaborador regular do jornal Folha de S. Paulo, Starling integra o grupo de curadores da Mostra de Cinema de Tiradentes, da CineOP e da CineBH. É organizador, editor e autor das coleções “Folha Clássicos do Cinema” (2009), “Folha Cine Europeu” (2011) e “Folha Charles Chaplin” (2012). É também autor do livro “Em Tempo Real” (Ed. Alameda, 2006), sobre narrativas de séries de TV.

A oficina “Além da Imaginação: a Magia dos Efeitos Especiais” apresenta ao público os principais truques criados pelas equipes responsáveis por inventar mundos inexistentes, criaturas lendárias, monstros e tantas outras ações que enchem os filmes de emoção.

Por meio de trechos de diversas produções cinematográficas, de diferentes épocas, os participantes aprenderão como foram concebidos e aperfeiçoados os mais importantes truques óticos, mecânicos e digitais e conhecerão o trabalho de grandes artistas especializados em nos fazer acreditar no impossível.

Serão disponibilizadas 50 vagas para a oficina. As inscrições deverão ser realizadas no local, com alguns minutos de antecedência ao início da atividade. Os participantes receberão certificados.


SERVIÇO:

Oficina “Além da Imaginação: a Magia dos Efeitos Especiais”, com Cássio Starling Carlos

Data: Terça-feira (6/6)

Local: Sala Cinema Cultural – Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”

Horário: 9h às 13h

Vagas: 50

Realização: Museu da Imagem e do Som (MIS-SP), em parceria com Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga

Evento Gratuito | Classificação: 14 anos 

Virada Cultural Paulista dá show de cultura e arte em Votuporanga

34969190585_fee819126e_k

Sediado em três palcos, evento recebeu mais 34 mil pessoas ao longo do final de semana

O final de semana foi repleto de arte e cultura em Votuporanga. No último sábado (27/5) e domingo (28/5), o município recebeu a programação da Virada Cultural Paulista 2017, que reuniu mais de 34 mil pessoas, com uma série de apresentações gratuitas, tanto de atrações de renome nacional quanto de artistas locais.

A realização é do Ministério da Cultura e Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com correalização da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo e execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA).

Entre os principais nomes que passaram pela Virada Cultural estão o rapper Projota, a banda de rock Strike, a dupla sertaneja Cezar e Paulinho e a cantora Zu Laiê. Além da música, a programação ainda contemplou artistas e grupos pertencentes a diversas modalidades, incluindo dança, teatro, literatura, stand-up comedy e cultura popular. Alguns dos destaques foram o espetáculo “Cabaré Fucô”, da companhia teatral paulistana Os Satyros; as atrizes Cristiane Wersom e Marianna Armellini, com a peça “Mulheres Ácidas” e o grupo de contação de histórias Parampará.

Neste ano, as atividades do evento foram distribuídas em três palcos distintos espalhados pela cidade: o Palco Externo, localizado na Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”; o Palco Interno, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” e o Palco Paralelo, sediado no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura.

De acordo com a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, “essa edição da Virada Cultural foi uma grata surpresa para Votuporanga, tanto pela alta qualidade da programação escalada para a cidade, quanto pela grande adesão do público”: “sem dúvida, um dos destaques do evento foi a inclusão do Palco Paralelo, no Centro de Cultura e Turismo, permitindo que nossos artistas locais tivessem a oportunidade de apresentar seu trabalho. Gostaria de agradecer à parceria do Governo do Estado de São Paulo e ao prefeito João Dado, que confiou nessa parceria e nos ofereceu todo o apoio”, finalizou Silvia.

2ª edição dos “Eventos Itinerantes” movimentam o distrito de Simonsen

34538790195_46389fdcb7_o

Atividades culturais gratuitas reuniram mais de 300 pessoas na praça Papa João Paulo II

A tarde do último domingo (7/5) foi movimentada no distrito de Simonsen. A 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, promovida pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, reuniu um público de mais de 300 pessoas na praça Papa João Paulo II.

No local, foram oferecidas mais de dez atrações culturais e artísticas gratuitas, que contemplaram modalidades como música, dança, teatro, roda de conversa e contação de histórias.

A programação contou com a participação de artistas, coletivos, grupos e projetos locais, como Banda Musical “Zequinha de Abreu”, Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes, Coral de Violas “A Voz do Sertão”, FLIV Itinerante, Grupo Bem Viver II, M17 Companhia de Danças Urbanas, Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), Projeto Axé Criança, Projeto Novo Mais Educação e Rede Panapanã.

A primeira edição dos “Eventos Itinerantes” foi realizada no último mês de abril, no bairro São João. O intuito da Secretaria da Cultura e Turismo é realizar eventos como este ao longo de todo o ano de 2017, em diferentes regiões do município, com periodicidade mensal.

Simonsen recebe 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, neste domingo (7/5)

33434620170_6349c7cb27_h

Atividades culturais gratuitas ocupam a praça Papa João Paulo II, das 13h às 18h

A tarde deste domingo (7/5) será repleta de arte e cultura no distrito de Simonsen. Das 13h às 18h, a praça Papa João Paulo II sediará a 2ª edição dos “Eventos Itinerantes”, realizada pela Secretaria da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga.

O evento, que teve sua 1ª edição realizada no bairro São João, no último mês de abril, segue para Simonsen, com mais de dez atrações, que englobam modalidades como música, dança, teatro, roda de conversa e contação de histórias.

Entre as atrações, estarão coletivos, grupos, artistas e projetos locais, como Banda Musical “Zequinha de Abreu”, Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes, Coral de Violas “A Voz do Sertão”, FLIV Itinerante, Grupo Bem Viver II, M17 Companhia de Danças Urbanas, Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), Projeto Axé Criança, Projeto Novo Mais Educação e Rede Panapanã.

Todas as atividades desenvolvidas durante os “Eventos Itinerantes” são gratuitas e abertas a toda a comunidade. A iniciativa da Secretaria da Cultura e Turismo é a de realizar eventos como este ao longo do ano por toda a cidade, com periodicidade mensal.

Confira abaixo a programação completa da 2ª edição dos Eventos Itinerantes:

  • 13h às 18h: FLIV Itinerante
  • 13h30 às 14h: Projeto Axé Criança – SECULT
  • 14h às 14h30: Núcleo de Iniciação de Artes Cênicas (NIAC)
  • 14h às 15h: Bate-papo “Conversa de Mulher” – Rede Panapanã
  • 14h30 às 14h40: Dança – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 14h40 às 15h: Música – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 15h às 15h05: M17 Companhia de Danças Urbanas
  • 15h05 às 15h30: Capoeira – Grupo Bem Viver II – Centro Social de Votuporanga
  • 15h30 às 15h40: Percussão – Projeto Novo Mais Educação – CEM “Orozimbo Furtado Filho”
  • 15h40 às 16h10: Conjunto de Câmara da Escola Municipal de Artes
  • 16h10 às 16h40: Coral de Violas “A Voz do Sertão” – Centro de Folclore e Cultura
  • 16h40 às 18h: Banda Musical Zequinha de Abreu

 


SERVIÇO:

“Eventos Itinerantes” – 2ª edição

Data: domingo (2/4)

Local: Praça Papa João Paulo II, s/nº (Distrito de Simonsen)

Horário: das 13h às 18h

Realização: Secretaria Municipal da Cultura e Turismo

Evento gratuito | Classificação Livre

Teatro: 6ª edição do Sarau do NIAC acontece neste sábado (6/5), no Centro de Convenções

A Megera Domada

Apresentação de cenas baseadas na obra de Shakespeare terá início às 20h30, com entrada gratuita

Neste sábado (6/5), a partir das 20h30, acontece a 6ª edição do Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”. A entrada é gratuita e aberta a todos os públicos.

O tema desta edição do evento é a obra do poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare (1564 – 1616), considerado um dos maiores e importantes escritores de todos os tempos. De acordo com a coordenadora do NIAC, Graziella Fuscaldo, “serão apresentadas duas cenas recortadas, extraídas das peças ‘Os Dois Cavalheiros de Verona’, de 1590, e ‘A Megera Domada’, de 1596”. “As cenas são fruto do estudo e da pesquisa, desenvolvidos pelo Núcleo no último trimestre, a respeito da vida e dos 401 anos da morte de Shakespeare”, completa Graziella.

A cena de “Os Dois Cavalheiros de Verona” será protagonizada pelos alunos Beatriz Gonzalez, João Victor Grande, Julia Bessa, Lorena Bombonato, Matheus Rubio, Renan Grégio e Thiago Scatolim. Já o trecho de “A Megera Domada” será encenado pelos estudantes Brendow Henrique Cavalini, Denis Azevedo, Dênis Figueiredo, Juliana Rocha e Maria Eduarda Cruz.

A narração do espetáculo é de Alan Junior. A direção de cena e a iluminação são assinadas por Rupert Azevedo e a direção geral é de Graziella Fuscaldo.

Sobre o NIAC

O Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC) existe desde 2013 e já se transformou num ponto de encontro e convivência entre artistas iniciantes e profissionais de Votuporanga, criando uma plataforma de ideias e de conexão com a cidade.

Sediado na Escola Municipal de Artes, o NIAC mantém suas matrículas abertas a todos os interessados com idade acima de 10 anos. As aulas do projeto são gratuitas e acontecem todas as segundas e quintas-feiras, das 19h às 22h. Para se inscrever, é preciso comparecer ao local com meia hora de antecedência ao início dos encontros, tendo documentos pessoais em mãos. As inscrições são contínuas e não há um número limite de alunos.

O Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas é um projeto gratuito, mantido pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo. Para obter mais informações, acesse a fanpage do projeto: www.facebook.com/niacvotuporanga.


SERVIÇO:

“6º Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC) – Shakespeare”

Data: sábado (6/5)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Evento gratuito | Classificação Livre

APAE Votuporanga comemora Mês do Livro Infantil na Biblioteca Municipal “Castro Alves”

34169881211_3eab6d28ac_b

Alunos da entidade participaram de atividade funcional, com contação de histórias baseadas na obra de Monteiro Lobato

Um grupo de 53 alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Votuporanga participou de uma atividade em comemoração ao Mês do Livro Infantil, na manhã da última quarta-feira (26/4), na Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA), sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga.

A atividade contemplou uma contação de histórias, que incluiu a encenação de um episódio do “Sítio do Picapau Amarelo”, famosa série de literatura infanto-juvenil brasileira, escrita por Monteiro Lobato. O autor é tradicionalmente homenageado no dia 18 de abril, data de seu nascimento e que, desde 2002, figura no calendário oficial do país como Dia Nacional do Livro Infantil.

De acordo com a coordenadora pedagógica da APAE Votuporanga, Sônia Catarina Amâncio, ações como esta “contribuem não só para um aumento do conhecimento e do vocabulário dos alunos, como também proporcionam vivências que os colocam em contato direto com a cultura e a literatura brasileiras”. “Nós, da APAE, temos realizado esse trabalho anualmente e percebemos que essa é uma atividade funcional. Os alunos saem das dependências da escola e se veem incluídos no meio social por meio de uma atividade lúdica e que estimula o desenvolvimento mental e pessoal de cada um”, conclui.

Para a bibliotecária Thayane Cobacho de Oliveira, da Biblioteca Municipal “Castro Alves”, este tipo de iniciativa “é de suma importância para promover a inclusão social no espaço da biblioteca”. “A Biblioteca Municipal é um espaço de todos e para todos, independentemente de qualquer limitação física ou mental. Nosso acervo conta com livros acessíveis e em diversos formatos para que todos possam se utilizar deste local da melhor maneira possível”, ressalta.