Teatro: 7ª edição do Sarau do NIAC será neste domingo (24/9), no Centro de Convenções

SARAU (11)

Alunos do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas se apresentam com o espetáculo “Pluralidades”, a partir das 20h30

Neste domingo (24/9), a partir das 20h30, será realizada a 7ª edição do Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”. A entrada é gratuita e aberta a todos os públicos. O NIAC é mantido pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.

Durante o espetáculo, que nessa edição tem como tema a pluralidade cultural, o público poderá conferir apresentações de cenas que abordam linguagens como teatro, música, expressão corporal e dança. Os alunos do Núcleo interpretarão fragmentos de textos, inclusive autorais, baseados em suas pesquisas e no conteúdo das aulas desenvolvidas pelo projeto ao longo do último bimestre.

O sarau tem coordenação de Graziella Fuscaldo, com iluminação assinada por Rupert Azevedo e colaboração de Maurício Fuscaldo e Renan Carvalho.

Sobre o NIAC

O NIAC é mantido pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e trata-se de um espaço de encontro, experimentação, troca de conhecimento e convivência de artistas iniciantes do município.

As aulas do Núcleo acontecem, regularmente, às segundas e quintas-feiras, das 19h às 22h, na Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’”, sediada na rua São Paulo, nº 3456 (Patrimônio Novo). Os interessados podem integrar-se às atividades imediatamente, realizando a inscrição no local.


SERVIÇO

“6º Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC) – Pluralidades”

Data: domingo (24/9)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, nº 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Evento gratuito | Classificação: Livre

Anúncios

Votuporanga recebe oficina de expressão corporal e espetáculo teatral “Quero Ser Preto”

35224900794_a251b562c0_k

Atividades gratuitas acontecem no próximo dia 5 de agosto, no Centro de Convenções

No próximo dia 5 de agosto (sábado), o palco do Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” recebe o espetáculo teatral “Quero Ser Preto”, executado numa coprodução entre o Núcleo Arcênico de Criações, a Companhia Azul Celeste e o escritório de arte Casa de Criar, de São José do Rio Preto (SP).

A apresentação é realizada em parceria com a Secretaria da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga e conta com o incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo.

“Quero Ser Preto” reúne dança, teatro e artes integradas para refletir a respeito do preconceito em suas diferentes formas: social, cultural, racial e de gênero.

Dirigido e roteirizado por Jorge Vermelho, com dramaturgia de Cintia Alves, o espetáculo conta com um processo de criação fundamentado na triangulação da subjetividade dos artistas idealizadores com a diversidade apresentada no coletivo, tendo como eixo condutor a profusão de ícones religiosos como catalizadores de identidade.

Integram o elenco da apresentação os atores Alexandre Manchini Jr., juny kp! e Marina Rico.

Em Votuporanga, o espetáculo será apresentado numa sessão gratuita, às 20h. A retirada dos ingressos deve ser realizada com alguns minutos de antecedência ao início da peça, na bilheteria do Centro de Convenções, localizado na avenida dos Bancários, nº 3299, Jardim Alvorada.

Oficina “Consciência Corporal na Cena”

Além da apresentação do espetáculo “Quero Ser Preto”, Votuporanga recebe, também no sábado (5/8), a oficina “Consciência Corporal na Cena”, ministrada pelo ator e integrante do elenco da peça, Alexandre Manchini Jr.

A atividade gratuita tem como público-alvo atores e bailarinos e acontece das 15h às 17h, na Pinacoteca do Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”. A oficina apresentará aos participantes a importância de se conhecer o próprio corpo na realização de cenas, interpretações e apresentações.

Ao todo, foram disponibilizadas 30 vagas. As inscrições podem ser feitas entre os dias 27 de julho e 4 de agosto, de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, na Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga, localizada junto ao Centro de Informações Culturais e Turísticas, na avenida Francisco Ramalho de Mendonça, nº 3112, Jardim Alvorada.

Sobre o oficineiro

Alexandre Manchini Jr. é bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), fundador e diretor artístico do Núcleo Arcênico de Criações e integrante das companhias teatrais Azul Celeste, Hecatombe e Cia. para Pessoas Solitárias. Em São Paulo, participou de montagens do Centro de Artes Cênicas da USP e da companhia de dança Corpos Nômades. Em Rio Preto, foi coordenador técnico do Festival Internacional de Teatro (FIT), em 2012 e 2013; do Fórum Paulista de Dança, em 2012; e do Festival Janeiro Brasileiro da Comédia, em 2014.


SERVIÇO:

Espetáculo teatral “Quero Ser Preto”

Data: 5 de agosto (sábado)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Avenida dos Bancários, nº 3299, Jardim Alvorada)

Horário: 20h

Realização: Núcleo Arcênico de Criações, Companhia Azul Celeste e Casa de Criar, em parceria com a Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga e incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo

Evento gratuito | Classificação: 16 anos

 

Oficina “Consciência Corporal na Cena”

Data: 5 de agosto (sábado)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Avenida dos Bancários, nº 3299, Jardim Alvorada)

Horário: das 15h às 17h

Realização: Núcleo Arcênico de Criações, Companhia Azul Celeste e Casa de Criar, em parceria com a Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga e incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo

Inscrições: de 27/7 a 4/8, de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, na Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga (Av. Francisco Ramalho de Mendonça, nº 3112 – Jardim Alvorada)

Evento gratuito | Classificação: 16 anos

Coral “Canto Livre” apresenta espetáculo “Grande Circo Humano” nesta sexta-feira (30/6)

Grande Circo Humano CARTAZ

Apresentação gratuita acontece às 20h30, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”

Nesta sexta-feira (30/6), a partir das 20h30, o Projeto Coral “Canto Livre” apresenta o espetáculo “Grande Circo Humano”, no palco do Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”.  A apresentação é resultado dos encontros semanais do coral, realizados na Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’”, numa iniciativa da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo.

Com um repertório composto essencialmente por canções da Música Popular Brasileira, “Grande Circo Humano” apresenta ao público diversos temas ligados ao “picadeiro da vida humana”. No palco, 50 coralistas de diversas idades interpretam canções de grandes nomes da MPB, como Milton Nascimento, Rita Lee e João Donato.

O evento é gratuito e contará com a presença dos músicos Éder Saladini (bateria) e Rita Rebouças (violão e voz), convidados para construírem a base instrumental do repertório, em conjunto com o piano e a regência de Marcio Zarsi.

De acordo com Zarsi, a ideia original da apresentação nasceu a partir da canção “Gran Circo”, composta por Milton Nascimento e Márcio Borges: “Na letra, encontramos uma trupe chegando com sua ‘lona suja: o grande circo humano’. E segue dizendo que ‘no meio desse picadeiro vão acontecer morte, glória e surpresas no final da história’. Esse foi o ‘gancho’ para chegarmos ao espetáculo. A plateia irá se deparar com as acrobacias na história de nosso povo, com as comédias e os dramas rotineiros, com a corda bamba nos relacionamentos, entre tantos outros momentos”, afirmou o regente.

Sobre o Projeto Coral “Canto Livre”

O Projeto Coral “Canto Livre” é uma ação de iniciação musical, desenvolvida pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, em parceria com a Zarsi Produções Artísticas, visando ao desenvolvimento de técnicas vocais com aulas práticas, teóricas e de história da música para os públicos jovem e adulto.

Entre os objetivos do projeto estão: incentivar a prática do canto coral e o desenvolvimento das potencialidades musicais dos participantes; trabalhar técnicas como respiração, fonação, projeção vocal e corporal, visando a melhoria da expressão interpretativa; e iniciar os participantes na teoria musical e na história da Música Popular Brasileira, por meio do conhecimento da biografia de importantes nomes do cancioneiro nacional.

Circuito Cultura Paulista traz o violeiro Yassir Chediak a Votuporanga, neste domingo (4/6)

Viola-Brasileira-Solo-0-Roger-Spock2

Apresentação gratuita acontece às 20h30, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”

Neste domingo (4/6), às 20h30, o palco do Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” recebe o músico Yassir Chediak, numa apresentação de viola brasileira solo. A atração é gratuita e integra a programação do segundo bimestre de atividades de 2017 do Circuito Cultural Paulista, realizado pela Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, e com execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA).

Yassir Chediak é violeiro, cantor, ator, produtor e apresentador. Como autor de trilhas sonoras e ator, participou de filmes e novelas da Rede Globo e emplacou sua versão de “Anunciação”, de Alceu Valença, na novela “Paraíso”. Entre suas composições estão: “Estradas”, do seriado “Carga Pesada”; “Brasil Caminhoneiro”, do programa homônimo, exibido pelo SBT; e “Aroma que Inebria”, escrita em parceria com Rodrigo Sater e incluída na trilha sonora da novela “Morde e Assopra”.

Atualmente, Yassir é apresentador dos programas “Brasil Caminhoneiro”, no SBT, e “Brasil Regional”, da rádio Roquete Pinto do Rio de Janeiro, no qual resgata um repertório de raízes brasileiras. Na televisão, é também colaborador de projetos especiais do Canal Rural.

Como músico, Chediak está lançando seu quarto álbum, “Mundo Afora”, com participação de Sérgio Reis, e, neste ano de 2017, se prepara para a sua primeira turnê nos Estados Unidos.

Com mais de 20 anos de carreira, o artista se destaca no cenário da música regional brasileira e é um dos responsáveis pela preservação da viola de 10 cordas. Sérgio Reis, Almir Sater, Paula Fernandes, Jorge Mautner e Jaime Alem são alguns dos nomes que participaram de seus últimos trabalhos.

Nos shows realizados Brasil afora, Yassir resgata clássicos do cancioneiro regional e apresenta seu repertório autoral e inédito, mesclando harmonia, melodia e virtuosismo.


SERVIÇO:

“Viola Brasileira Solo”, com Yassir Chediak

Data: domingo (4/6)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Realização: Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, e execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA)

Evento gratuito | Classificação: Livre 

 

Virada Cultural Paulista dá show de cultura e arte em Votuporanga

34969190585_fee819126e_k

Sediado em três palcos, evento recebeu mais 34 mil pessoas ao longo do final de semana

O final de semana foi repleto de arte e cultura em Votuporanga. No último sábado (27/5) e domingo (28/5), o município recebeu a programação da Virada Cultural Paulista 2017, que reuniu mais de 34 mil pessoas, com uma série de apresentações gratuitas, tanto de atrações de renome nacional quanto de artistas locais.

A realização é do Ministério da Cultura e Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com correalização da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo e execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA).

Entre os principais nomes que passaram pela Virada Cultural estão o rapper Projota, a banda de rock Strike, a dupla sertaneja Cezar e Paulinho e a cantora Zu Laiê. Além da música, a programação ainda contemplou artistas e grupos pertencentes a diversas modalidades, incluindo dança, teatro, literatura, stand-up comedy e cultura popular. Alguns dos destaques foram o espetáculo “Cabaré Fucô”, da companhia teatral paulistana Os Satyros; as atrizes Cristiane Wersom e Marianna Armellini, com a peça “Mulheres Ácidas” e o grupo de contação de histórias Parampará.

Neste ano, as atividades do evento foram distribuídas em três palcos distintos espalhados pela cidade: o Palco Externo, localizado na Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”; o Palco Interno, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” e o Palco Paralelo, sediado no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura.

De acordo com a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, “essa edição da Virada Cultural foi uma grata surpresa para Votuporanga, tanto pela alta qualidade da programação escalada para a cidade, quanto pela grande adesão do público”: “sem dúvida, um dos destaques do evento foi a inclusão do Palco Paralelo, no Centro de Cultura e Turismo, permitindo que nossos artistas locais tivessem a oportunidade de apresentar seu trabalho. Gostaria de agradecer à parceria do Governo do Estado de São Paulo e ao prefeito João Dado, que confiou nessa parceria e nos ofereceu todo o apoio”, finalizou Silvia.

Coletivo teatral votuporanguense é selecionado para receber orientação artística de programa do Estado

00000001549083908894920082921

Grupo Abayomi & Arca Cia. de Teatro será orientado pela diretora, atriz e produtora Valéria Lauand, por meio do Programa de Qualificação em Artes

O Grupo Abayomi & Arca Cia. de Teatro, de Votuporanga, foi selecionado para receber orientação artística do Programa de Qualificação em Artes, realizado pela Poiesis – Organização Social de Cultura, parceira da Secretaria de Estado da Cultura e responsável pela administração das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo.

Ao longo de sete meses, a produtora, diretora e atriz Valéria Lauand virá a Votuporanga, quinzenalmente, com o intuito de orientar o trabalho do coletivo, formado por Esmeraldina Reis, Luana Zafani, Dênis Figueiredo, Denis Azevedo e Juliana Rocha, além dos convidados de direção e elenco, Rupert Azevedo e Gigio Mantovani, respectivamente.

Os encontros serão viabilizados com recursos da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo. A primeira capacitação será realizada neste domingo (7/5), das 8h às 14h, no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”.

O projeto do grupo votuporanguense selecionado pelo Programa de Qualificação em Artes é intitulado “Teatro do Absurdo” e contempla a montagem da peça “A Cantora Careca”, do dramaturgo romeno Eugène Ionesco (1909-1994).

Para Esmeraldina Reis, coordenadora do Grupo Abayomi & Arca Cia. de Teatro, a seleção do coletivo pelo programa “representa um novo desafio, que exigirá do grupo um aprofundado trabalho de pesquisa”. “Esperamos que essa oportunidade auxilie na consolidação das companhias locais. Nosso grupo é formado por duas companhias independentes, Abayomi Cia. de Teatro e Cia. Arca de Teatro, que se juntaram para a elaboração de um projeto em comum, mas mantendo, em paralelo, seus respectivos trabalhos”, completa Esmeraldina.

De acordo com a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, a orientação artística fornecida pelo Programa de Qualificação em Artes “permite que os artistas locais recebam instruções nas áreas de dança e artes cênicas” e, com isso, “adquiram um olhar técnico sobre o acompanhamento e o desenvolvimento de produções voltadas para a própria comunidade na qual estão inseridos”.

Sobre o Programa de Qualificação em Artes

Desde o ano de 2014, a Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo realiza, por meio de um contrato de gestão com a POIESIS – Organização Social de Cultura, o Programa de Qualificação em Artes, composto pelos Projetos Ademar Guerra (Teatro) e Qualificação em Dança, tendo como ação principal a orientação técnica e artística, contribuindo para a qualificação e a capacitação de artistas que atuam em grupos, companhias ou coletivos no interior, litoral e região metropolitana do Estado, com exceção da capital.

Esta tem como base a experiência bem-sucedida do Projeto Ademar Guerra, realizado há 18 anos, que se mostrou um exemplo de boas práticas em políticas públicas de formação em artes, com foco na descentralização e interiorização.

O Programa de Qualificação em Artes responde as reflexões atuais no campo da cultura e das artes, com princípios relevantes nas práticas e na literatura internacional e que integram os eixos, a saber: diversidade e direitos culturais, democratização da cultura, democracia cultural, herança cultural e voz criativa; dentro de ações que envolvem: formação de repertório, criação, experimentação, articulação, aperfeiçoamento artístico e mediação cultural.

Teatro: 6ª edição do Sarau do NIAC acontece neste sábado (6/5), no Centro de Convenções

A Megera Domada

Apresentação de cenas baseadas na obra de Shakespeare terá início às 20h30, com entrada gratuita

Neste sábado (6/5), a partir das 20h30, acontece a 6ª edição do Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC), no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”. A entrada é gratuita e aberta a todos os públicos.

O tema desta edição do evento é a obra do poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare (1564 – 1616), considerado um dos maiores e importantes escritores de todos os tempos. De acordo com a coordenadora do NIAC, Graziella Fuscaldo, “serão apresentadas duas cenas recortadas, extraídas das peças ‘Os Dois Cavalheiros de Verona’, de 1590, e ‘A Megera Domada’, de 1596”. “As cenas são fruto do estudo e da pesquisa, desenvolvidos pelo Núcleo no último trimestre, a respeito da vida e dos 401 anos da morte de Shakespeare”, completa Graziella.

A cena de “Os Dois Cavalheiros de Verona” será protagonizada pelos alunos Beatriz Gonzalez, João Victor Grande, Julia Bessa, Lorena Bombonato, Matheus Rubio, Renan Grégio e Thiago Scatolim. Já o trecho de “A Megera Domada” será encenado pelos estudantes Brendow Henrique Cavalini, Denis Azevedo, Dênis Figueiredo, Juliana Rocha e Maria Eduarda Cruz.

A narração do espetáculo é de Alan Junior. A direção de cena e a iluminação são assinadas por Rupert Azevedo e a direção geral é de Graziella Fuscaldo.

Sobre o NIAC

O Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC) existe desde 2013 e já se transformou num ponto de encontro e convivência entre artistas iniciantes e profissionais de Votuporanga, criando uma plataforma de ideias e de conexão com a cidade.

Sediado na Escola Municipal de Artes, o NIAC mantém suas matrículas abertas a todos os interessados com idade acima de 10 anos. As aulas do projeto são gratuitas e acontecem todas as segundas e quintas-feiras, das 19h às 22h. Para se inscrever, é preciso comparecer ao local com meia hora de antecedência ao início dos encontros, tendo documentos pessoais em mãos. As inscrições são contínuas e não há um número limite de alunos.

O Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas é um projeto gratuito, mantido pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo. Para obter mais informações, acesse a fanpage do projeto: www.facebook.com/niacvotuporanga.


SERVIÇO:

“6º Sarau do Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas (NIAC) – Shakespeare”

Data: sábado (6/5)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Evento gratuito | Classificação Livre

Votuporanga recebe espetáculo com a atriz Renata Sorrah nesta quinta-feira (20/4)

229053_421216_184_td_renata_sorrah_4-1364x768

Peça teatral será apresentada no Centro de Convenções, às 20h30; ingressos devem ser retirados com duas horas de antecedência

O Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” receberá, nesta quinta-feira (20/4), às 20h30, o espetáculo teatral “Esta Criança”, montado pela Companhia Brasileira de Teatro e protagonizado pela atriz global Renata Sorrah. A peça integra a programação para o primeiro bimestre de 2017 do Circuito Cultural Paulista, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, e com execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA).

A apresentação é gratuita e poderão ser retirados até dois ingressos por pessoa, a partir das 18h30 de quinta-feira (20/4), na bilheteria do Centro de Convenções.

Além de Renata Sorrah, estão no elenco os atores Giovana Soar, Ranieri Gonzalez e Edson Rocha. A direção da peça é de Marcio Abreu, com cenário de Fernando Marés e iluminação e assistência de direção de Nadja Naira. A tradução do texto original é de Giovana Soar, com a colaboração de Lilian Ruth de Sá.

Sobre o espetáculo

Vencedor de quatro Prêmios Shell de Teatro, o espetáculo “Esta Criança” tornou-se um dos grandes destaques dos palcos brasileiros. Dirigida por Marcio Abreu, a peça iniciou a parceria da Companhia Brasileira de Teatro com a atriz Renata Sorrah e é a primeira montagem no país de um texto do dramaturgo francês Joël Pommerat, vencedor do Prêmio Molière de “Melhor Autor em Língua Francesa”, em 2011.

O espetáculo parte da relação entre pais e filhos para uma reflexão sobre a família e a existência humana. Estruturada em dez cenas curtas, a peça aborda diferentes aspectos dos relacionamentos familiares, passando por situações engraçadas, constrangedoras, de agressão e de desabafo.

No palco, os quatro atores vivem diferentes papeis, em histórias que parecem não desconectadas entre si, mas que, na verdade, compõem um único painel, trazendo diferentes pontos de vista para um tema em comum, numa convergência reflexiva e dramática sobre as relações humanas.

Sobre a Companhia Brasileira de Teatro

A Companhia Brasileira de Teatro é um coletivo de artistas de várias regiões do país, fundado pelo dramaturgo e diretor Marcio Abreu, em 2000, na cidade de Curitiba, onde mantém sua sede, num antigo prédio do Centro Histórico.

A pesquisa da Companhia é voltada sobretudo para novas formas de escrita e para a criação contemporânea. Entre as principais realizações do coletivo estão peças com dramaturgia própria, escritas em processos colaborativos e simultâneos à criação dos espetáculos, como “PROJETO bRASIL” (2015); “Vida” (2010); “O que eu gostaria de dizer” (2008) e “Volta ao dia…” (2002).

Há ainda uma série de criações a partir da obra de autores inéditos no país, como “Krum” (2015) de Hanock Levin; “Esta Criança” (2012), de Joël Pommerat; “Isso te interessa?” (2011), a partir do texto “Bon, Saint-Cloud”, de Noëlle Renaude e “Oxigênio” (2010), de Ivan Viripaev.

A companhia realiza ainda frequentes intercâmbios com outros artistas no país e no exterior. Em 2014, estreou na França o espetáculo “Nus, ferozes e antropófagos”, em parceira com o coletivo francês Jakart.

Sobre Renata Sorrah

Renata Sorrah, nome artístico de Renata Leonardo Pereira Sochaczewski, nasceu no Rio de Janeiro, em 21 de fevereiro de 1947. Filha de um empresário alemão e de uma diplomata brasileira, chegou a cursar Letras, mas abandonou a faculdade para fazer intercâmbio nos Estados Unidos, onde acabou estudando Artes Dramáticas, mesmo sem nunca ter pensado em ser atriz.

De volta ao Brasil, aos 20 anos, começou sua carreira no teatro, no grupo do Teatro da Universidade Católica (Tuca), em “O Coronel de Macambira”, peça de Joaquim Cardoso, sob a direção de Amir Haddad. Na televisão, estreou na Tupi, em “Um Gosto Amargo de Festa” (1969), de Cláudio Cavalcanti.

Em 1970, fez o seu primeiro trabalho na Globo, na novela “Assim na Terra Como no Céu”, de Dias Gomes. Em 1988, viveu um de seus papéis mais marcantes na televisão: a Heleninha Roitman de “Vale Tudo”. Em 2004 viveu sua primeira vilã, a Nazaré Tedesco de “Senhora do Destino”, outro papel de enorme sucesso, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Na TV, seu trabalho mais recente foi em “A Regra do Jogo” (2015), novela de João Emanuel Carneiro.

No teatro, Renata Sorrah tem um currículo de mais de 20 peças, entre elas “Dura Lex Sed Lex, no Cabelo só Gumex”, de Oduvaldo Vianna Filho; “Lágrimas Amargas de Petra Von Kant”, de Rainer Werner Fassbinder; e “A Gaivota” e “As Três Irmãs”, de Anton Tchekov. No cinema, estrelou o clássico “Matou a Família e Foi ao Cinema” (1969), de Júlio Bressane. Atuou também em filmes como “Madame Satã” (2002), de Karim Aïnouz; “Nina” (2004), de Heitor Dhalia; e “Árido Movie” (2005), de Lírio Ferreira.


SERVIÇO:

Espetáculo teatral “Esta Criança”, da Companhia Brasileira de Teatro, com Renata Sorrah

Data: quinta-feira (20/4)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Ingresso: gratuitos (devem ser retirados até dois bilhetes por pessoa, no dia 20/4, a partir das 18h30, na bilheteria do Centro de Convenções)

Realização: Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, e execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA).

Evento gratuito | Classificação: 16 anos

Sinfônica da Escola Municipal de Artes lota Centro de Convenções

33006291663_9c60128de9_h

Concerto com repertório de valsas atraiu mais de 370 pessoas no último domingo (2/4)

Na noite do último domingo (2/4), a Orquestra Sinfônica da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” lotou o Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” com a realização de um concerto gratuito, apresentando um repertório especial de valsas.

Sob a coordenação e regência do maestro Mazinho Sartori, a orquestra, que é composta por alunos e professores do “Projeto Sinfônico”, emocionou um público de mais de 370 pessoas, que teve a oportunidade de entrar em contato com releituras de obras mundialmente conhecidas, como as valsas vienenses de Johann Strauss Jr. e valsas com características tipicamente brasileiras, como a valsa canção, a valsa choro e a valsa seresta.

A abertura do concerto foi feita por uma orquestra de estudantes do módulo intermediário do “Projeto Sinfônico”, que executou cinco pequenas peças, como forma de adquirir experiência de palco e de contato com o público.

Durante o evento, os bailarinos Mariana Mattos e Rodrigo Garcia tiveram uma participação especial, apresentando números de dança, e, ao final do concerto, convidando a plateia para se unir a eles num grande baile, ao som dos “Contos dos Bosques de Viena”, de Johann Strauss Jr.

Também participaram da apresentação convidados como o músico Eugênio da Silva “Tesourinha” e o seresteiro Luiz Antônio Pagliarani.

Sobre o “Projeto Sinfônico”

A formação da orquestra da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” é fruto de um projeto desenvolvido pela municipalidade, intitulado “Projeto Sinfônico”, que visa o aprofundamento dos conhecimentos musicais dos alunos e o aprimoramento de técnicas de execução dos instrumentos.

Para tanto, são oferecidas aulas semanais de teoria da música, prática de conjunto, exercícios vocais, percepção auditiva, além de lições específicas para o aprendizado de cada instrumento musical.

Atualmente, frequentam os cursos regulares de música oferecidos pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, cerca de 250 alunos. Desse total, aproximadamente 85 estudantes participam do “Projeto Sinfônico”, distribuídos em cinco modalidades: violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico e percussão.

Sinfônica da Escola Municipal de Artes se apresenta neste domingo, no Centro de Convenções

23217109066_f6fc180be0_b

Orquestra executará repertório de valsas, a partir das 20h30, com entrada gratuita

Neste domingo (2/4), a partir das 20h30, a Orquestra Sinfônica da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” realizará sua primeira apresentação pública do ano de 2017. Composta por alunos e professores do “Projeto Sinfônico”, sob a coordenação e regência do maestro Mazinho Sartori, a orquestra executará um concerto especial gratuito, com um repertório de valsas.

O programa escolhido fará uma releitura de obras mundialmente conhecidas, como as valsas vienenses de Johann Strauss Jr. e valsas com características tipicamente brasileiras, como a valsa canção, a valsa choro e a valsa seresta, que permearam o universo das orquestras e bandas de música no país, ao longo do século XX.

A formação da orquestra da Escola Municipal de Artes é fruto de um projeto desenvolvido pela municipalidade, intitulado “Projeto Sinfônico”, que visa o aprofundamento dos conhecimentos musicais dos alunos e o aprimoramento de técnicas de execução dos instrumentos. Para tanto, são oferecidas aulas semanais de teoria da música, prática de conjunto, exercícios vocais, percepção auditiva, além de lições específicas para o aprendizado de cada instrumento musical.

Atualmente, frequentam os cursos regulares de música oferecidos pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, cerca de 250 alunos. Desse total, aproximadamente 85 estudantes participam do “Projeto Sinfônico”, distribuídos em cinco modalidades: violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico e percussão. “O projeto desenvolve a atividade de prática coletiva de conjunto, em três diferentes níveis — iniciante, intermediário e avançado –, a fim de atender às diferentes especificidades dos alunos. No momento, temos três pequenas orquestras em funcionamento”, apontou o maestro Mazinho.

A abertura do concerto especial “Valsas” será feita por uma orquestra de estudantes do módulo intermediário do “Projeto Sinfônico”, que executará cinco pequenas peças, com o intuito de adquirir experiência de palco e de contato com o público.

Para a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, o “Projeto Sinfônico” tem sido altamente relevante para a cena cultural de Votuporanga e o concerto “Valsas” se mostra como uma chance oportuna para o público prestigiar as atividades musicais desenvolvidas na cidade. “É muito importante ver concretizada uma sinfônica que valoriza nossos talentos musicais, gerados na Escola Municipal de Artes, e oferecer a oportunidade de a comunidade conhecer este valoroso trabalho”, afirmou.


 SERVIÇO:

Concerto Especial “Valsas”, com a Orquestra Sinfônica da Escola Municipal de Artes

Data: domingo (2/4)

Local: Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” (Av. dos Bancários, nº 3299 – Jardim Alvorada)

Horário: 20h30

Evento gratuito | Classificação Livre