Escola Municipal de Artes recebe exposição sobre folclore brasileiro e inclusão

CULTURA_exposição sobre folclore brasileiro e inclusão

Mostra segue aberta à visitação gratuita, entre os dias 2 e 27 de fevereiro, das 7h30 às 17h

A partir desta sexta-feira (2/2), a sede da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’”, mantida pela Prefeitura de Votuporanga, recebe a exposição “Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore Brasileiro”.

A mostra vem à cidade como fruto de uma parceria entre a gestão municipal, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, e o Memorial da Inclusão, gerido pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Governo do Estado de São Paulo.

A exposição segue até o dia 27 de fevereiro, com visitação gratuita, e apresenta ao público lendas, cantigas e narrativas da cultura popular do país, por meio de xilogravuras e objetos em alto relevo, além de recursos de audiodescrição, Libras e caixas sensoriais com recursos táteis, garantindo ainda mais interatividade aos visitantes.

A ideia da mostra é a de promover a sensibilização e a celebração do folclore, da diversidade humana e do direito à diferença cultural, por meio de recursos expográficos acessíveis, visando a expansão do conhecimento do público sobre as tradições brasileiras e a importância de figuras como Saci, Curupira e Iara, enquanto elementos representativos da cultura nacional.

As peças em exibição propõem ainda uma reflexão acerca da importância da sensorialidade e da acessibilidade para a construção de uma sociedade mais inclusiva, por meio da apresentação de personagens com corpos diferentes, que tendem a aguçar a curiosidade e a exploração de novas possibilidades e percepções.

A exposição “Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore Brasileiro” já passou por importantes espaços culturais paulistanos, como o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, e a sede do Memorial da Inclusão, na Barra Funda, além de integrar a programação da “Virada Inclusiva”, proporcionando ao público a oportunidade de conhecer uma mostra itinerante, além do contato com personagens tipicamente brasileiros.

Saiba mais sobre a exposição no site http://www.memorialdainclusao.sp.gov.br/folclore-brasileiro-em-votuporangasp/ ou pelo telefone (17) 3422-4288.


SERVIÇO:

Exposição “Cultura Popular e Diversidade Corporal no Folclore Brasileiro”

Data: de 2 a 27 de fevereiro

Local: Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’” (R. São Paulo, nº 3546 – Patrimônio Novo)

Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h

Evento Gratuito | Classificação Livre

Anúncios

Acessibilidade: Biblioteca Municipal “Castro Alves” recebe kit de tecnologia assistiva

inaugurao-centro-de-informaes-culturais-e-tursticas-21-10-16-30_30479694875_o

Equipamentos conquistados permitem que pessoas com deficiência visual tenham acesso à leitura

Na última terça-feira (15/8), o prefeito João Dado esteve em São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado, para a cerimônia de assinatura do termo de doação de equipamentos de tecnologia assistiva à Biblioteca Municipal “Castro Alves”, mantida pela Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo.

Os equipamentos foram conquistados em um concurso organizado pelo projeto “Acessibilidade em Bibliotecas”, executado numa iniciativa do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP), da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) e do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com o governo estadual de São Paulo.

Em 2016, durante a gestão do então prefeito, Junior Marão, Votuporanga participou do processo seletivo e foi uma das 65 cidades contempladas com um kit de tecnologia assistiva, voltado para garantir o acesso à leitura por cegos e pessoas com baixa visão.

O município recebeu o “Kit 1”, composto por computador, ampliador automático, scanner, leitor de mesa, teclado ampliado, mouse estacionário e software de voz sintetizada para operação com o leitor de tela NVDA (NonVisual Desktop Access).

A aparelhagem será instalada na Biblioteca Municipal, e estará disponível para o uso dos sócios com deficiência visual.

Assistidos do IDAV participam de visita ao Centro de Cultura e Turismo

34194107341_0e224579d2_b

Grupo de pessoas com deficiências audiovisuais teve oportunidade de conhecer as dependências do Museu e da Biblioteca Municipais

Um grupo de cerca de 15 assistidos do Instituto do Deficiente Audiovisual de Votuporanga (IDAV) participou de uma visita ao Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, na manhã da última quinta-feira (27/4).

Os assistidos puderam entrar em contato com o acervo do Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”, além de visitar as dependências da Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA) e da sala Cinema Cultural.

A atividade contou com a participação e mediação do coordenador de Tecnologia de Informação do Instituto Federal São Paulo (IFSP) – Campus Votuporanga, Carlos Eduardo Alves da Silva, responsável pelo projeto de extensão “Arte dos Origamis”, que, em parceria com o IDAV, oferece aos assistidos oficinas de dobraduras, visando o desenvolvimento de habilidades manuais e de concentração.

Durante a visita à Biblioteca Municipal, o grupo pôde consultar parte dos itens em formatos acessíveis disponibilizados pela instituição, incluindo livros em Braile, audiolivros e títulos na versão “Leitura Fácil”, que adapta obras literárias de forma que estas possam ser lidas e compreendidas independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor.

De acordo com a bibliotecária Thayane Cobacho de Oliveira, a visita do IDAV pôde comprovar que Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com todos os recursos de acessibilidade necessários para o público com deficiências audiovisuais. “Nosso espaço é totalmente sinalizado e conta com elementos como piso tátil e elevador, proporcionando aos visitantes total independência durante a circulação pelo prédio, não importando quais forem as suas limitações”, afirmou.

“É importante que o público deficiente utilize esse ambiente, já que uma biblioteca pode contribuir não só para o desenvolvimento físico e intelectual do indivíduo, mas também para a promoção de ações de inclusão social”, conclui Thayane.

Biblioteca Municipal recebe “O Pequeno Príncipe” em versões acessíveis

dscn4775

Kit de acessibilidade permite que a obra seja lida e compreendida independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor

A Biblioteca Municipal “Castro Alves” recebeu, na última semana, o kit de acessibilidade do livro “O Pequeno Príncipe”, uma das principais obras do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry.

Oferecido pela Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras), o kit já está disponível para consulta do público e é composto por DVD audiovisual com recursos como audiolivro, descrição das imagens, tradução e interpretação em libras e legendas; CD com edição do livro no formato DAISY (Digital Accessible Information System), que utiliza voz humana ou sintética de acordo com os protocolos internacionais de acessibilidade; e um exemplar do título na versão “Leitura Fácil”, que adapta a obra de forma que esta possa ser lida e compreendida independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor.

O kit é o primeiro de uma série de livros criados em formatos acessíveis dentro do projeto “Acessibilidade em Bibliotecas Públicas”, em funcionamento desde 2013. O material foi desenvolvido em parceria estabelecida entre o Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), vinculada à Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC), do Ministério da Cultura (MinC), e a organização da sociedade civil “Mais Diferenças”.

Sobre a Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Localizada no segundo piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com amplo acervo de livros, audiolivros, livros em Braile, periódicos, DVDs, jogos e brinquedos.

O empréstimo de livros é gratuito e aberto a toda comunidade votuporanguense. Para retirar algum título, basta que o cidadão faça um cadastro no local, tendo em mãos um documento original com foto e comprovante de endereço (conta de água ou luz).

A Biblioteca atende ao público de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e aos sábados e domingos, das 15h às 21h. Mais informações pelo telefone (17) 3405-9670.


Serviço:

Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Atendimento: terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h; sábados e domingos, das 15h às 21h

Endereço: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” – Parque da Cultura de Votuporanga – Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112 – Jardim Alvorada

Telefone: (17) 3405-9670

Centro de Cultura e Turismo ganha bicicletários

dscn4667

Equipamentos ficam próximos à entrada do prédio, pela avenida Ângelo Bimbato, e acomodam até 20 bicicletas

Na última quarta-feira (01/02), dois bicicletários foram instalados próximos à entrada do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, pela Avenida Ângelo Bimbato, no Parque da Cultura de Votuporanga.

Com vagas para até 20 bicicletas, os equipamentos facilitam o acesso dos ciclistas ao Centro de Cultura e Turismo e também garantem mais segurança ao patrimônio dos visitantes no espaço.

A implantação dos bicicletários é fruto de uma parceria entre as Secretarias da Cultura e Turismo e de Trânsito, Transporte e Segurança, responsável pela confecção e afixação dos aparelhos.

De acordo com a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, a instalação dos equipamentos é uma prestação de serviços que traz à população a possibilidade de agregar, num mesmo espaço, atividades esportivas e culturais. “Os bicicletários são muito bem-vindos, pois chamam a atenção do ciclista que vem se exercitar no Parque da Cultura, e que, a partir de agora, passa a se sentir mais acolhido pelo Centro de Cultura e Turismo e até mesmo estimulado a participar das atividades oferecidas pelo espaço”, afirmou.

Para o secretário municipal de Trânsito, Transporte e Segurança, Jair de Oliveira, os bicicletários são importantes para organizar e garantir segurança aos proprietários. “Além de incentivarmos o uso deste meio de transporte, proporcionamos um espaço seguro e confiável para as pessoas guardarem suas bicicletas enquanto prestigiam os inúmeros atrativos do Parque da Cultura”, finalizou.

Equipamentos do tipo também estão instalados em outros locais da cidade: na região central – nas ruas Mato Grosso, entre Amazonas e Pernambuco; Bahia, em frente ao Poupatempo; Praça São Bento, Concha Acústica e nas proximidades da Arena Plínio Marin. Há previsão de instalar bicicletários também em frente ao Complexo Esportivo Victor Hugo Garcia Jorge, inaugurado no fim do ano passado, no bairro Chácara das Paineiras.