Viagem Literária: encontro com o escritor Ricardo Ramos Filho movimenta Biblioteca Municipal

Bate-papo com o autor infanto-juvenil reuniu público de estudantes e educadores no Centro de Cultura e Turismo

A Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA), sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, recebeu na última segunda-feira (19/6), o módulo infanto-juvenil do programa “Viagem Literária”, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, e com execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

O evento teve como atração um bate-papo com o escritor Ricardo Ramos Filho. A atividade foi voltada para crianças e adolescentes entre 11 e 14 anos e promoveu um diálogo a respeito de temas relacionados à literatura e à escrita.

O autor compartilhou com a plateia algumas de suas experiências pessoais e profissionais envolvendo a leitura e relembrou o conteúdo e o processo de criação de algumas de suas obras, publicadas por editoras de renome, como Globo, Melhoramentos, Paulus e Positivo.

Educadores e alunos das redes pública e particular de ensino do município participaram do encontro, que reuniu um público de mais de 100 pessoas no espaço da brinquedoteca da Biblioteca Municipal.

Sobre Ricardo Ramos Filho

Ricardo Ramos Filho é escritor e roteirista e tem livros editados no Brasil e no exterior. Entre suas obras, se destacam títulos voltados para crianças e jovens, como: “Vovô é um cometa”; “O gato que cantava de galo”; “João Bolão”; “Sobre o telhado das árvores”; “O livro dentro da concha” e “Se eu não me chamasse Raimundo”.

Graduado em Matemática pela Pontifícia Católica de São Paulo (PUC-SP), Ramos Filho é mestre e doutorando em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), pesquisador na área de literatura infantil e juvenil, e cronista do “Escritablog” e da revista “InComunidade”.

É vice-presidente da União Brasileira Escritores (UBE) em São Paulo, ministra cursos e oficinas, e atua como coach literário e produtor cultural em sua própria empresa, a Ricardo Ramos Filho Eventos Literários.

Atualmente, é jurado de importantes prêmios e editais literários, como Prêmio São Paulo de Literatura, Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa, Prêmio Mato Grosso de Literatura e ProAC. Em 2015, foi curador do 1º Prêmio Nelly Novaes Coelho de Literatura Infantil, da UBE.

Sobre a Viagem Literária

O programa “Viagem Literária” foi lançado em 2008 e, desde o início, mesmo tendo assumido diferentes formatos, manteve seu objetivo de promover encontros de escritores, contadores de histórias e outros importantes artistas brasileiros com frequentadores das bibliotecas públicas de municípios paulistas.

Atualmente, o “Viagem Literária” é um dos mais consolidados programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, sendo sempre muito bem recebido em todas as cidades.

Para comemorar seus 10 anos de existência, o “Viagem Literária” teve sua abrangência ampliada e se estenderá pelos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2017, alcançando um total de 90 municípios.

Entre os anos de 2012 e 2016, o programa realizou 1140 eventos, com 167 escritores e contadores convidados, atendendo a um o público de mais de 129 mil pessoas.

Viagem Literária: Votuporanga recebe escritor infanto-juvenil nesta segunda-feira (19/6)

Sem título

Bate-papo com o autor Ricardo Ramos Filho acontece às 14h, na Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Nesta segunda-feira (19/6), às 14h, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” recebe um bate-papo com o escritor infanto-juvenil Ricardo Ramos Filho. A atividade integra o programa “Viagem Literária”, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, e com execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

O bate-papo tem como público-alvo crianças e adolescentes entre 11 e 14 anos e será baseado em experiências vivenciadas pelo autor e no conteúdo de algumas de suas obras, publicadas por editoras de renome, como Globo, Melhoramentos, Paulus e Positivo.

Sobre o autor

Ricardo Ramos Filho é escritor e roteirista e tem livros editados no Brasil e no exterior. Entre suas obras, se destacam títulos voltados para crianças e jovens, como: “Vovô é um cometa”; “O gato que cantava de galo”; “João Bolão”; “Sobre o telhado das árvores”; “O livro dentro da concha” e “Se eu não me chamasse Raimundo”.

Graduado em Matemática pela Pontifícia Católica de São Paulo (PUC-SP), Ramos Filho é mestre e doutorando em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), pesquisador na área de literatura infantil e juvenil, e cronista do “Escritablog” e da revista “InComunidade”.

É vice-presidente da União Brasileira Escritores (UBE) em São Paulo, ministra cursos e oficinas, e atua como coach literário e produtor cultural em sua própria empresa, a Ricardo Ramos Filho Eventos Literários.

Atualmente, é jurado de importantes prêmios e editais literários, como Prêmio São Paulo de Literatura, Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa, Prêmio Mato Grosso de Literatura e ProAC. Em 2015, foi curador do 1º Prêmio Nelly Novaes Coelho de Literatura Infantil, da UBE.

Sobre a Viagem Literária

O programa “Viagem Literária” foi lançado em 2008 e, desde o início, mesmo tendo assumido diferentes formatos, manteve seu objetivo de promover encontros de escritores, contadores de histórias e outros importantes artistas brasileiros com frequentadores das bibliotecas públicas de municípios paulistas.

Atualmente, o “Viagem Literária” é um dos mais consolidados programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, sendo sempre muito bem recebido em todas as cidades.

Para comemorar seus 10 anos de existência, o “Viagem Literária” teve sua abrangência ampliada e se estenderá pelos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2017, alcançando um total de 90 municípios.

Entre os anos de 2012 e 2016, o programa realizou 1140 eventos, com 167 escritores e contadores convidados, atendendo a um o público de mais de 129 mil pessoas.


SERVIÇO:

Viagem Literária | Bate-papo com o escritor infanto-juvenil Ricardo Ramos Filho

Data: Segunda-feira (19/6)

Horário: 14h

Local: Biblioteca Municipal “Castro Alves” (Av. Francisco Ramalho de Mendonça, 3112, Jardim Alvorada | Parque da Cultura)

Realização: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, e execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB)

Evento gratuito | Classificação Livre

“Viagem Literária” movimenta Biblioteca Municipal “Castro Alves”

DSCN5744

Contação de histórias comandada pela Cia. do Liquidificador reuniu centenas de alunos das redes municipal e estadual de ensino

A segunda-feira (22/5) foi movimentada na Biblioteca Municipal “Castro Alves”, sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura. A brinquedoteca do espaço foi ocupada por um público de mais de 320 pessoas, que assistiram a duas sessões da contação de histórias “Sarô?! Histórias para ninguém ficar doente”, comandadas por Henrique Athayde e Vitor Massao, da Cia. do Liquidificador.

A atividade faz parte do programa “Viagem Literária”, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, e com execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

As apresentações realizadas em Votuporanga foram acompanhadas por centenas de alunos das redes municipal e estadual de ensino, que participaram das atividades em dois horários: pela manhã, às 8h30, e no período da tarde, a partir das 13h30.

Durante as sessões de contação, os artistas da Cia. do Liquidificador abordaram uma série de narrativas a respeito da cura. Foram apresentados ao público personagens como o cientista francês Louis Pasteur, responsável pela descoberta da existência dos germes e conhecido como o “curandeiro da ciência”, e o menino-índio Karu Taru, escolhido para ser o novo pajé de sua tribo.

As histórias, narradas de forma lúdica por Athayde e Massao, foram baseadas nos livros “Karu Taru – O Pequeno Pajé”, de Daniel Munduruku (Editora Edelbra) e “Os Cientistas e Seus Experimentos de Arromba”, de Mike Goldsmith (Editora Seguinte).

Sobre o programa 

O programa “Viagem Literária” foi lançado em 2008 e, desde o início, mesmo tendo assumido diferentes formatos, manteve seu objetivo de promover encontros de escritores, contadores de histórias e outros importantes artistas brasileiros com frequentadores das bibliotecas públicas de municípios paulistas.

Atualmente, o “Viagem Literária” é um dos mais consolidados programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, sendo sempre muito bem recebido em todas as cidades.

Para comemorar seus 10 anos de existência, o “Viagem Literária” teve sua abrangência ampliada e se estenderá pelos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2017, alcançando um total de 90 municípios.

Entre os anos de 2012 e 2016, o programa realizou 1140 eventos, com 167 escritores e contadores convidados, atendendo a um o público de mais de 129 mil pessoas.

Adolescentes atendidas pelo CEADS Fernandópolis participam de visita ao Centro de Cultura e Turismo

20170503_142613

Jovens assistidas pelo Centro Educacional de Apoio, Desenvolvimento Social e Cultural conheceram a sala Cinema Cultural, a Biblioteca e o Museu municipais

Um grupo de 18 adolescentes, com idade entre 15 e 17 anos, atendidas pelo Centro Educacional de Apoio, Desenvolvimento Social e Cultural (CEADS) de Fernandópolis (SP) realizou uma visita monitorada ao Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, na tarde da última quarta-feira (3/5).

Durante a atividade, as alunas da instituição assistiram ao documentário “Velha Vereda do Sertão”, sobre a história da Estrada Boiadeira do Taboado, na sala Cinema Cultural, conheceram a Biblioteca Municipal “Castro Alves” e participaram de uma visita ao Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”, mediada pelo turismólogo responsável pelo setor de Museus e Patrimônios Históricos de Votuporanga, Evandro Junior Ferreira da Silva.

De acordo com a psicóloga do CEADS, Marcia Daiane dos Santos Dornele, o objetivo das atividades desenvolvidas durante a visita ao Centro de Cultura e Turismo foi o de fomentar a discussão de questões relacionadas à diversidade cultural entre as adolescentes assistidas. “O CEADS trabalha com serviços de convivência e fortalecimento de vínculos. Logo, entre os nossos temas, está a diversidade cultural, que é um tópico que envolve desde o respeito mútuo até o convívio em grupo. Trazer as meninas para um espaço como este, repleto de opções de lazer e cultura, ajuda na internalização desse conteúdo”, comenta Marcia.

Já a assistente social do CEADS, Rosiane Bonifácio, elogiou a estrutura e a programação do Centro de Cultura e Turismo. “Achamos muito importante trazer nossas alunas para este espaço. É um ambiente muito seguro, aconchegante, e que realmente trata a diversidade cultural com bastante ênfase e seriedade”, ressaltou.

Assistidos do IDAV participam de visita ao Centro de Cultura e Turismo

34194107341_0e224579d2_b

Grupo de pessoas com deficiências audiovisuais teve oportunidade de conhecer as dependências do Museu e da Biblioteca Municipais

Um grupo de cerca de 15 assistidos do Instituto do Deficiente Audiovisual de Votuporanga (IDAV) participou de uma visita ao Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, na manhã da última quinta-feira (27/4).

Os assistidos puderam entrar em contato com o acervo do Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”, além de visitar as dependências da Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA) e da sala Cinema Cultural.

A atividade contou com a participação e mediação do coordenador de Tecnologia de Informação do Instituto Federal São Paulo (IFSP) – Campus Votuporanga, Carlos Eduardo Alves da Silva, responsável pelo projeto de extensão “Arte dos Origamis”, que, em parceria com o IDAV, oferece aos assistidos oficinas de dobraduras, visando o desenvolvimento de habilidades manuais e de concentração.

Durante a visita à Biblioteca Municipal, o grupo pôde consultar parte dos itens em formatos acessíveis disponibilizados pela instituição, incluindo livros em Braile, audiolivros e títulos na versão “Leitura Fácil”, que adapta obras literárias de forma que estas possam ser lidas e compreendidas independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor.

De acordo com a bibliotecária Thayane Cobacho de Oliveira, a visita do IDAV pôde comprovar que Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com todos os recursos de acessibilidade necessários para o público com deficiências audiovisuais. “Nosso espaço é totalmente sinalizado e conta com elementos como piso tátil e elevador, proporcionando aos visitantes total independência durante a circulação pelo prédio, não importando quais forem as suas limitações”, afirmou.

“É importante que o público deficiente utilize esse ambiente, já que uma biblioteca pode contribuir não só para o desenvolvimento físico e intelectual do indivíduo, mas também para a promoção de ações de inclusão social”, conclui Thayane.

APAE Votuporanga comemora Mês do Livro Infantil na Biblioteca Municipal “Castro Alves”

34169881211_3eab6d28ac_b

Alunos da entidade participaram de atividade funcional, com contação de histórias baseadas na obra de Monteiro Lobato

Um grupo de 53 alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Votuporanga participou de uma atividade em comemoração ao Mês do Livro Infantil, na manhã da última quarta-feira (26/4), na Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA), sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga.

A atividade contemplou uma contação de histórias, que incluiu a encenação de um episódio do “Sítio do Picapau Amarelo”, famosa série de literatura infanto-juvenil brasileira, escrita por Monteiro Lobato. O autor é tradicionalmente homenageado no dia 18 de abril, data de seu nascimento e que, desde 2002, figura no calendário oficial do país como Dia Nacional do Livro Infantil.

De acordo com a coordenadora pedagógica da APAE Votuporanga, Sônia Catarina Amâncio, ações como esta “contribuem não só para um aumento do conhecimento e do vocabulário dos alunos, como também proporcionam vivências que os colocam em contato direto com a cultura e a literatura brasileiras”. “Nós, da APAE, temos realizado esse trabalho anualmente e percebemos que essa é uma atividade funcional. Os alunos saem das dependências da escola e se veem incluídos no meio social por meio de uma atividade lúdica e que estimula o desenvolvimento mental e pessoal de cada um”, conclui.

Para a bibliotecária Thayane Cobacho de Oliveira, da Biblioteca Municipal “Castro Alves”, este tipo de iniciativa “é de suma importância para promover a inclusão social no espaço da biblioteca”. “A Biblioteca Municipal é um espaço de todos e para todos, independentemente de qualquer limitação física ou mental. Nosso acervo conta com livros acessíveis e em diversos formatos para que todos possam se utilizar deste local da melhor maneira possível”, ressalta.

Biblioteca Municipal é selecionada para receber a 10ª edição do “Viagem Literária”

HENRIQUE-ATHAYDE-2

Primeira atividade do programa acontece no dia 22/5, com apresentações do contador de histórias Henrique Athayde

Pelo terceiro ano consecutivo, Votuporanga foi selecionada para integrar a lista de cidades participantes do programa “Viagem Literária”, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com execução da Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras) e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

Neste ano, o “Viagem Literária” chega à sua 10ª edição com um novo formato, dividido em cinco módulos: “Inicial”; “Contação de Histórias”; “Infantojuvenil”; “Adulto” e “Escrita Criativa”.

O “Módulo Inicial” foi realizado na última segunda-feira (10/4), nas dependências da Biblioteca de São Paulo (BSP), na capital do Estado, com uma reunião de representantes dos munícipios selecionados, na qual foram apresentadas as ações que serão empreendidas ao longo da execução do programa.

Já o módulo “Contação de Histórias” será a primeira atividade do “Viagem Literária” a ser executada em Votuporanga no ano de 2017. Serão realizadas duas sessões de contação de histórias, na Biblioteca Municipal “Castro Alves” (BCA), localizada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”. O evento será comandado pelo contador Henrique Athayde, que traz à biblioteca a apresentação “Sarô?! Histórias para ninguém ficar doente”, no dia 22 de maio, às 9h e às 14h.

Os módulos “Infantojuvenil” e “Adulto” serão desenvolvidos, respectivamente, nos meses de junho e agosto, com bate-papos com escritores.

A novidade fica por conta do “Módulo de Escrita Criativa”, que contará com oficinas ministradas por bibliotecários, profissionais de bibliotecas e educadores locais, que receberão material de apoio e orientação técnica em capacitações presenciais e virtuais, ministradas pela escritora e doutora em Literatura Brasileira, Noemi Jaffe. A ideia é que todos os municípios estejam preparados para implantar essa ação a partir do mês de setembro, na intenção de transferir uma metodologia prática a ser incorporada à programação regular das bibliotecas participantes.

Sobre o programa “Viagem Literária”

O programa “Viagem Literária” foi lançado em 2008 e, desde o início, mesmo tendo assumido diferentes formatos, manteve seu objetivo de promover encontros de escritores, contadores de histórias e outros importantes artistas brasileiros com frequentadores das bibliotecas públicas de municípios paulistas.

Atualmente, o “Viagem Literária” é um dos mais consolidados programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, sendo sempre muito bem recebido em todas as cidades.

Para comemorar seus 10 anos de existência, o “Viagem Literária” teve sua abrangência ampliada e se estenderá pelos meses de maio, junho, agosto e setembro de 2017, alcançando um total de 90 municípios.

Entre os anos de 2012 e 2016, o programa realizou 1140 eventos, com 167 escritores e contadores convidados, atendendo a um o público de mais de 129 mil pessoas.

Munícipes elogiam estrutura do Centro de Cultura e Turismo

Espaço chama a atenção do público por reunir cultura e entretenimento gratuitos e para todas as idades

A estrutura do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” vem sendo frequentemente elogiada pelos moradores de Votuporanga. Localizado no Parque da Cultura, o espaço abriga não só a Biblioteca Municipal “Castro Alves”, o Museu Municipal “Edward Coruripe Costa” e a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, como também dispõe de um auditório externo para 90 pessoas e da sala Cinema Cultural, com capacidade para 70 lugares e três sessões diárias de filmes, oferecidas pelo programa “Pontos MIS”, numa parceria entre a Secretaria Municipal da Cultura e Turismo e o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP).

Frequentadora assídua do Centro de Cultura e Turismo, a estudante Glenda Carvalho passa boa parte de sua semana na biblioteca do local. Natural de Jales (SP), Glenda se mudou para Votuporanga há poucos meses, mas já tem usufruído das facilidades oferecidas pelo espaço.

Aluna de um cursinho pré-vestibular da cidade e aspirante a uma vaga no curso de Medicina, ela se dedica aos estudos, em média, seis horas por dia, período em que se utiliza da Sala de Oficinas da Biblioteca Municipal “Castro Alves”: “O espaço é incrível. É um ambiente climatizado, silencioso e limpo, onde encontro tudo o que preciso, desde computadores com acesso à internet até livros para eventuais consultas”, afirma a estudante.

Em sua primeira visita ao local, a vendedora Thaís Carrasco também se impressionou com o que viu. Acompanhada da mãe, Márcia Carrasco, e de seus dois filhos, Marcelo, de 3 anos, e Arthur, de 2 meses, Thaís destacou a variedade de programações e a versatilidade do Centro de Cultura e Turismo: “Aqui, encontro atividades tanto para mim quanto para os meus filhos. Além da biblioteca, que tem vários livros infantis e ajuda no estímulo à leitura, eles ainda têm um espaço onde podem brincar em segurança, num ambiente muito limpo e bem cuidado”, ressaltou.

Ações de inclusão social

Além do atendimento regular ao público, o Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” também tem acolhido grupos de entidades assistenciais de Votuporanga, em ações de inclusão social, promovidas por instituições como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) “Leodoro Santana” e os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Entre as atividades desenvolvidas pelas entidades, estão desde oficinas e aulas de inclusão digital até visitas guiadas ao Museu Municipal e exibições de filmes no Cinema Cultural.

Para a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, “é extremamente importante um espaço que agrega além do cinema, do museu e da biblioteca, programações de diferentes manifestações artísticas como exposições de artes plásticas com artistas votuporanguenses e atividades formativas em vários segmentos”.

Sobre o Centro de Cultura e Turismo

Desde sua apresentação, em outubro de 2016, por meio da 5ª edição do Festival Literário de Votuporanga (FLIV), o Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” já recebeu um público de mais de 90 mil pessoas.

O local fica aberto à visitação de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e aos sábados e domingos, das 15h às 21h. A entrada é gratuita e livre para todos os públicos.


SERVIÇO:

Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”

Endereço: Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, nº 3112 – Parque da Cultura – Jardim Alvorada

Visitação: de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h. Aos sábados e domingos, das 15h às 21h. Fechado durante os feriados.

Telefone: (17) 3405-9670

 

Biblioteca de Votuporanga é selecionada pelo Estado para sediar oficinas gratuitas

a66c3531adb034700792908324776e08

A primeira atividade recebida pela biblioteca será a oficina “Escrita eficaz: a sua ideia transformada em projeto”, no dia 20 de março

A Biblioteca Municipal “Castro Alves”, de Votuporanga, localizada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, foi uma das 25 instituições públicas selecionadas para sediar capacitações gratuitas ao longo de 2017 oferecidas pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).

A primeira atividade recebida pela biblioteca será a oficina “Escrita eficaz: a sua ideia transformada em projeto”, que acontece no dia 20 de março, das 9h às 18h. A capacitação é aberta a toda comunidade e tem como público-alvo profissionais de bibliotecas, salas de leitura e programas de incentivo à leitura, e visa capacitar os participantes para selecionar, organizar e redigir projetos culturais.

Conforme explica a Secretária de Cultura e Turismo, Silvia Brandão Cuenca Stipp, a oficina utilizará técnicas de desbloqueio da escrita, através de propostas da Escrita Criativa, e focará o trabalho no desenvolvimento de projetos, desde a sua idealização até a sua formatação escrita. “Pretende-se que o participante adquira segurança e confiança em sua própria escrita e consiga, com o máximo possível de clareza, transmitir a sua ideia e a sua proposta”, diz.

A atividade será ministrada por Ana Vieira Pereira. Mestre e doutora em Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP), Ana desenvolve oficinas de formação de escritores na cidade de Botucatu (SP), onde é coordenadora do espaço Quinta Palavra. Além disso, é editora responsável pelo QuintAventura Livros e professora waldorf, atualmente ligada ao Instituto Embraer.

A oficina “Escrita eficaz: a sua ideia transformada em projeto” oferece 40 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio deste link. Para mais informações, o telefone da Biblioteca Municipal é o (17) 3405-9670.

Sobre a parceria

Por atender aos critérios de seleção previstos pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB) em edital, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” receberá, ao longo deste ano, atividades que incluem cursos, oficinas, palestras e outros eventos presenciais, que têm como objetivo principal promover a melhoria da eficiência das equipes que atuam nas instituições integrantes do SisEB, visando o aprimoramento da qualidade dos serviços prestados e a satisfação da comunidade usuária.

As capacitações também procuram integrar as bibliotecas dos municípios paulistas, criando uma rede de serviços para universalizar o acesso à informação, além de estimular o desenvolvimento e implementar programas, projetos e atividades que incentivem e promovam a leitura no Estado.

As vagas disponibilizadas durante as atividades terão seu público-alvo prioritário definido em cada capacitação. E, sempre que possível, as vagas remanescentes serão estendidas a outros setores da comunidade que tenham afinidade com a atividade a ser desenvolvida.

 Sobre a Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Localizada no segundo piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com amplo acervo de livros, audiolivros, livros em Braile, periódicos, DVDs, jogos e brinquedos.

O empréstimo de livros é gratuito e aberto a toda comunidade votuporanguense. Para retirar algum título, basta que o cidadão faça um cadastro no local, tendo em mãos um documento original com foto e comprovante de endereço (conta de água ou luz).

A Biblioteca atende ao público de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e aos sábados e domingos, das 15h às 21h. Mais informações pelo telefone (17) 3405-9670.


SERVIÇO:

Oficina “Escrita eficaz: a sua ideia transformada em projeto”, com Ana Vieira Pereira

Data: 20/03 (quinta-feira)

Horário: das 9h às 18h

Local: Biblioteca Municipal “Castro Alves” (Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112, 2º piso – Parque da Cultura de Votuporanga)

Vagas: 40

Inscrições: gratuitas, por meio deste link.  De 08/03 até o preenchimento das vagas

Telefone: (17) 3405-9670


Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Atendimento: terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, sábados e domingos, das 15h às 21h

Endereço: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” – Parque da Cultura de Votuporanga – Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112 – Jardim Alvorada

Telefone: (17) 3405-9670

Biblioteca Municipal recebe “O Pequeno Príncipe” em versões acessíveis

dscn4775

Kit de acessibilidade permite que a obra seja lida e compreendida independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor

A Biblioteca Municipal “Castro Alves” recebeu, na última semana, o kit de acessibilidade do livro “O Pequeno Príncipe”, uma das principais obras do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry.

Oferecido pela Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras), o kit já está disponível para consulta do público e é composto por DVD audiovisual com recursos como audiolivro, descrição das imagens, tradução e interpretação em libras e legendas; CD com edição do livro no formato DAISY (Digital Accessible Information System), que utiliza voz humana ou sintética de acordo com os protocolos internacionais de acessibilidade; e um exemplar do título na versão “Leitura Fácil”, que adapta a obra de forma que esta possa ser lida e compreendida independentemente das capacidades linguísticas ou cognitivas do leitor.

O kit é o primeiro de uma série de livros criados em formatos acessíveis dentro do projeto “Acessibilidade em Bibliotecas Públicas”, em funcionamento desde 2013. O material foi desenvolvido em parceria estabelecida entre o Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), vinculada à Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC), do Ministério da Cultura (MinC), e a organização da sociedade civil “Mais Diferenças”.

Sobre a Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Localizada no segundo piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com amplo acervo de livros, audiolivros, livros em Braile, periódicos, DVDs, jogos e brinquedos.

O empréstimo de livros é gratuito e aberto a toda comunidade votuporanguense. Para retirar algum título, basta que o cidadão faça um cadastro no local, tendo em mãos um documento original com foto e comprovante de endereço (conta de água ou luz).

A Biblioteca atende ao público de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e aos sábados e domingos, das 15h às 21h. Mais informações pelo telefone (17) 3405-9670.


Serviço:

Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Atendimento: terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h; sábados e domingos, das 15h às 21h

Endereço: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” – Parque da Cultura de Votuporanga – Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112 – Jardim Alvorada

Telefone: (17) 3405-9670