Visita escolar guiada resgata o passado da Estrada Boiadeira do Taboado

DSCN5264

Alunos do Colégio Unifev foram orientados pelo turismólogo responsável pelo setor de Museus e Patrimônios Históricos de Votuporanga, Evandro Ferreira

Um grupo de alunos do 1º ano do ensino médio do Colégio Unifev teve a oportunidade de participar de uma visita guiada a um trecho da Estrada Boiadeira do Taboado nesta semana. A antiga rota de tropeiros, aberta no final do século XIX, interliga mais de 25 municípios do noroeste paulista como Votuporanga, Meridiano e Valentim Gentil.

A visita dos estudantes foi organizada pelo professor de história do colégio, Paulo Eduardo Stipp, e orientada pelo turismólogo responsável pelo setor de Museus e Patrimônios Históricos da Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga, Evandro Junior Ferreira da Silva, que, desde 2003, se dedica à pesquisa de temas relacionados à história da estrada.

De acordo com Evandro, há um projeto de tombamento em tramitação na Secretaria de Estado da Cultura que, caso aprovado, reconhecerá a Estrada Boiadeira como Patrimônio Cultural Paulista, facilitando a aquisição de recursos e investimentos para o desenvolvimento do turismo em Votuporanga e seus arredores. “A ideia é planejar mais roteiros monitorados ao longo do ano, para apresentar ao público as potencialidades culturais da nossa região”, ressaltou.

Para a secretária municipal da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, que também esteve presente durante a visita, atividades como esta “contribuem não só para o resgate das memórias do povo votuporanguense, como também auxiliam na transmissão dessas narrativas históricas para as novas gerações”.

História

Fundada no ano de 1895, a Estrada Boiadeira completou 122 anos no último dia 2 de abril. A via serviu como uma importante rota comercial para o Estado de São Paulo até meados do século XX, quando passou a ser gradualmente substituída pelas estradas de ferro.

Antes disso, o caminho era um dos principais acessos utilizados pelas comitivas que transportavam boiadas vindas do Mato Grosso até os frigoríficos paulistas, em especial os do município de Barretos.

Além do gado, eram trazidos pelos boiadeiros artigos como mantimentos e remédios, que abasteciam e movimentavam a economia dos vilarejos ao redor da estrada, de maneira que muitos deles acabaram transformados em cidades.

Ainda hoje é possível se deparar com diversos vestígios que ajudam a contar a história da Boiadeira, como túmulos, casarões, vendas, capelas e até mesmo antigos trechos da estrada, que acabaram cobertos pela vegetação.

Anúncios

FOTOS: Oficina “Percussão popular e bateria”

A oficina “Percussão popular e bateria”, oferecida pelo professor Daniel Rodrigues, movimentou a Varanda Cultural do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, na tarde desta sexta-feira (27/01). .

A atividade acontece novamente amanhã (28/01), das 15h às 18h. O evento é gratuito e livre para todos os públicos.

Confira na galeria abaixo alguns registros do que aconteceu durante a oficina:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Serviço:

Oficina “Percussão popular e bateria”, com Daniel Rodrigues

Data: Sexta-feira (27/01) e sábado (28/01)
Local: Centro de Cultura e Turismo
Horário: das 15h às 18h
Realização: Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga
Evento gratuito
Classificação Livre

Votuporanga recebe 19 Companhias de Reis neste domingo (29/01)

16174109813_24e9613c7a_o

XXXII Encontro Interestadual acontecerá na Igreja dos Santos Reis, no bairro Vila Paes

Neste domingo (29/01) Votuporanga sediará o XXXII Encontro Interestadual de Companhias de Santos Reis, evento promovido pelo Centro de Folclore e Cultura, com apoio da Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo. Dezenove companhias de diversas cidades se reunirão na Igreja dos Santos Reis, localizada no bairro Vila Paes, a partir das 11 horas.

Para abrir o Encontro, o Coral de Violas “A Voz do Sertão” programou um repertório receptivo de três músicas que será sucedido pelo cortejo das companhias. Uma estrutura com quatro tendas está sendo montada em frente à igreja para acomodar os integrantes.

A Folia de Reis, que celebra o nascimento de Jesus, é um evento cultural de tradição no município. “A celebração e o encontro de várias companhias buscam a preservação da nossa história e uma manifestação popular de extrema relevância, faz parte da nossa cultura”, destaca a secretária da Cultura, Silvia Stipp.

Para o presidente do Centro de Folclore e Cultura, Natal Antonio Rosa, “o evento é fundamental para resgate da cultura popular em nosso município. Esperamos que a população possa prestigiar”.

O Dia Municipal das Companhias de Reis integra o calendário oficial de Votuporanga desde 2016, como o último domingo de janeiro, instituído pela lei nº 5.653, de 26 de agosto de 2015. Dentro das celebrações acontecem: procissão, romaria, danças e algumas pessoas fantasiadas em trajes especiais, que representam os personagens tradicionais do cortejo. As músicas são tocadas com instrumentos típicos da festa: violão, viola, sanfona, zabumba, pandeiro, caixa e reco-reco.

Serviço:

XXXII Encontro Interestadual de Companhias de Santos Reis

Data: Domingo, 29 de janeiro

Hora: 11 horas

Local: Igreja dos Santos Reis – Rua Abílio Dutra s/nº – Vila Paes

Biblioteca Municipal recebe novos livros de arte e arquitetura

32476671056_dc546b35aa_o

Acervo foi enriquecido com 180 títulos oferecidos pela SP Leituras

A Biblioteca Municipal “Castro Alves”, sediada no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, recebeu na última quarta-feira (18/01) três kits de livros oferecidos pela Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura (SP Leituras).

A organização social é responsável pela coordenação do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB) e também pela gestão integral da Biblioteca de São Paulo (BSP) e da Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), situadas na capital paulista.

Cada kit contém 60 títulos relacionados às áreas de arquitetura e artes visuais, que estarão disponíveis para consulta do público a partir da próxima segunda-feira (30/01).

Entre os exemplares recebidos pela biblioteca estão desde catálogos dedicados às obras de grandes pintores, como Salvador Dalí, Frida Kahlo e Pablo Picasso, até obras que abordam a trajetória de importantes arquitetos brasileiros, como Oscar Niemeyer, Ruy Ohtake e Vilanova Artigas.

Sobre a Biblioteca Municipal “Castro Alves”

Localizada no segundo piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, no Parque da Cultura de Votuporanga, a Biblioteca Municipal “Castro Alves” conta com um amplo acervo de livros, audiolivros, livros em Braile, periódicos, DVDs, jogos e brinquedos.

O empréstimo de livros é gratuito e aberto a toda comunidade votuporanguense. Para retirar algum título, basta que o cidadão faça um cadastro no local, tendo em mãos um documento original com foto e um comprovante de endereço (conta de água ou luz).

A biblioteca atende ao público de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e aos sábados e domingos, das 15h às 21h.

Centro Cultural terá cursos na área de arqueologia

arqueologia

Atividades gratuitas acontecem nesta terça (24/01) e quarta-feira (25/01)

O Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” recebe nesta terça (24/01) e quarta-feira (25/01) uma série de atividades gratuitas que integram o programa de Educação Patrimonial oferecido pela Gestão Arqueológica, empresa de consultoria em patrimônio histórico, sediada na cidade de São José dos Campos (SP).

Com o objetivo de proporcionar à comunidade o reconhecimento e a apropriação de sua valiosa herança cultural, o programa traz à cidade atividades que permitirão ao público não apenas a identificação do patrimônio arqueológico existente na região, mas também pensar e interagir em torno dos possíveis significados deste patrimônio, abrindo caminho para a discussão de questões identitárias e de cidadania.

Entre as atividades desenvolvidas pelo programa está a oficina “Construindo potes com argila”, na qual os participantes poderão experimentar técnicas de modelagem e acordelamento, além de conhecer um pouco mais a respeito da história da cerâmica.

O programa de Educação Patrimonial também traz a Votuporanga a palestra “Patrimônio histórico e arqueológico de São Paulo: uma história de longa-duração”, ministrada pela arqueóloga e arte-educadora Marianne Sallum, e a vivência “Danças circulares”, na qual a educadora Andrea Leoncini apresenta ao público danças tradicionais que têm por objetivo fortalecer a identificação dos participantes com suas raízes.

Confira a programação completa do programa de Educação Patrimonial:

Terça-feira (24/01)

Evento: Oficina “Construindo potes com argila” com a arqueóloga e arte-educadora Marianne Sallum

Horário: das 15h às 16h30

Local: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”

 

Quarta-feira (25/01)

Evento: Palestra “Patrimônio histórico e arqueológico de São Paulo: uma História de longa-duração” com a arqueóloga e arte-educadora Marianne Sallum

Horário: das 15h às 16h30

Local: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali

 

Evento: Vivência “Danças circulares” com a educadora Andrea Leoncini

Horário: das 15h às 16h30

Local: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali

Parque da Cultura tem oficinas gratuitas de flauta nesta semana

23149758975_06fa234646_h

Atividades de férias são oferecidas pela Prefeitura de Votuporanga com objetivo de despertar o gosto pela música

Depois de concluída a oficina de instrumentos de cordas friccionadas, a Prefeitura de Votuporanga, por intermédio da Secretaria da Cultura e Turismo, oferece aulas gratuitas de flauta doce nesta quarta e quinta-feira (18 e 19/1), das 14h às 17h. A ação faz parte de uma série de oficinas destinadas a pessoas de qualquer idade com objetivo de despertar o gosto pela música. As aulas são no Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, localizado no Parque da Cultura, com inscrições gratuitas que podem ser feitas momentos antes do início das aulas.

Segundo o coordenador e também professor do projeto Mazinho Sartori, “o objetivo é oferecer uma atividade lúdica e de entretenimento, sobretudo, aos estudantes no período de férias escolares, e ao mesmo tempo aproximá-los do universo desta arte por meio de uma iniciação musical direcionada”.

Além da flauta doce e dos instrumentos de cordas – cujas aulas aconteceram na última semana -, o projeto também abrangerá percussão popular/bateria. “Formamos um grupo bastante heterogêneo nas oficinas de instrumentos de cordas. Tivemos alunos sem conhecimento algum e outros que já estavam familiarizados com alguns equipamentos musicais. A experiência foi muito produtiva”, explicou o professor.

Com duração de três horas para cada oficina, os conteúdos são específicos para diversos níveis de conhecimento. A faixa etária é livre e não há necessidade de o aluno levar instrumentos. Para a secretária da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, as oficinas também permitirão que a população possa conhecer o espaço apropriado para o exercício de vários segmentos culturais e artísticos. O Centro de Cultura e Turismo apresenta auditórios e salas multifunções para inúmeras atividades.

 

SERVIÇO:

Oficinas Musicais de Janeiro

Flauta Doce: dias 18 e 19 de janeiro – 14h às 17h

Percussão popular/Bateria: dias 27 e 28 de janeiro – 14h às 17h

Local: Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” – Parque da Cultura

Endereço: Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112 – Jardim Alvorada, Votuporanga – SP

Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, sábado e domingo, das 15h às 21h

Informações: (17) 3405-9670 e na Escola de Artes, pelo (17) 3422-4288.